Resenha do 1 e 2 capitulo do livro para comprender a ciência

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (855 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DO CONHECIMENTO CIÊNTIFICO E ÉTICA

Mila Ramos Soares Lemos

RESENHA: DO 1º E 2º CAPITULO DO LIVRO PARA COMPRENDER A CIÊNCIA

UEPA – BelémSETEMBRO/2012
Resenha referente ao 1º capitulo do livro; Para Compreender a Ciência, que tem como titulo; O Mito Explica o Mundo.
O primeiro capítulo, que tem como titulo o mito explica o mundo possui comoobjetivo analisa como se deu a criação do pensamento mítico através do movimento de colonização e organização social, político e econômico, e como as necessidades geradas pelas transformações desseperíodo, levou á uma transição para outra forma de pensamento.
A civilização micênica desenvolveu-se com a ocupação dos arqueus em toda a Grécia, sua organização política, social, econômica, militar ereligiosa era centralizada pelo rei em uma estrutura palaciana, onde a escrita era instrumento de fiscalização, e controle social e econômico. Com a invasão dos dórios originou-se o período homérico,e um conjunto de conseqüências, entre elas: a troca de um regime de servidão coletiva em torno do rei para a forma de gene e tribos, assim como o desaparecimento da escrita. Com a união do gene efratias surgiram as cidades.
Com o desenvolvimento das cidades surgiram as polis o que levou á profundas transformações no mundo grego, tanto na organização como nos hábitos e idéias; a primeira foi oaparecimento da escrita, mas com a função de divulgar aspectos sociais e políticos, a segunda foi que as decisões passaram a ser tomadas de maneira absolutamente individuais, não de um único rei. Essacaracterística se relaciona ao conceito de cidadania fundamental no mundo grego: o caráter humano e publico das decisões.
Para entender o período histórico, assim como as características do pensamentoentão produzido, surgem dois escritores Homero e Hesíodo. Homero associava a noção de homem à noção de virtude que definia o próprio homem, uma noção determinista, já Hesíodo ligava a concepção de...
tracking img