Quimica analitica: caderno digital

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5987 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
FACULDADE DE FARMÁCIA

QUÍMICA ANALÍTICA: CADERNO DIGITAL

Nome: Paula Gabriela S. Barreto
DRE: 111220711
Disciplina: Química Analítica
Professor: Cláudio C. Lopes

Rio de Janeiro
2012

Rio de Janeiro, 08 de Março de 2012

Química Analítica
É o conjunto de processos empregados para conhecer a natureza de umasubstância (química analítica qualitativa) e determinar os componentes de uma mistura na sua razão percentual (química analítica quantitativa). Profº Donaldson Quintela - Catedrático da FF da UFRJ.

Química Analítica Qualitativa
Ensaios preliminares em amostras reconhecem o tipo de técnica experimental a ser analisada no laboratório em função do estado físico da amostra.

Ensaios Preliminares emAmostras
Reconhecem o tipo de técnica experimental a se analisada no laboratório em função do estado físico da amostra.
Classificações:

(a) sólido metálico
Znº + 2 HCl ZnCl₂ +H₂
Um metal sólido deve se dissolver em ácido. O ditizona é um reagente que dá cor vermelha (qualitativa) e o EDTA é um agente sequestrante, usado para dosagem (quantitativo).

(b) sólido não metálico
Saisinorgânicos -> NaCl + KNO₃ KCl + NaNO₃
Sais orgânicos -> NH₄Ac, etc.

(c) líquidos – via úmida
(d) gases – gasometria
Ba (OH)₂ + CO₂ BaCO₃

Solubilização de Amostras

As amostras sólidas inorgânicas constituídas de metais sob a forma de óxidos ou carbonatos e alguns casos sob a forma de sulfetos, podem ser solubilizados da seguinte forma:
(a) HCl – formação de cloretos solúveis. Ex.: CaO+ 2HCl CaCl2 + H2O
(b) HNO₃ - dissolução de sulfetos. Ex.: CuS + 2HNO3 Cu(NO3)2 (aq) + H2S
(c) Água Régia - 3HCl + HNO₃
Obs: Todas as reações de solubilização das amostras devem ser realizadas primeiramente com água, ácido nítrico, ácido clorídrico e água régia á quente e a frio.

Rio de Janeiro, 15 de Março de 2012.

Reagente
É toda substância capaz de promover uma transformação químicana amostra a ser utilizada. Este processo pode ser comprovado pelas novas propriedades físicas e químicas do produto final.
Podemos constatar que uma reação química foi promovida por:
(a) formação de precipitados
AgNO₃ + NaCl AgCl ↓br + Na+ + NO-3

(b) desprendimento de gases
NH₄Cl + NaOH NH₃ ↑ + NaCl +H₂O

(c) mudança de cor
2 MnO⁻₄ + H₂SO₄ Mn ²⁺ + O₂ + H₂O + SO₂²⁻

(d) dissoluçãode precipitados
AgCl + 2 NH₄OH [Ag(NH₃)₂]Cl + 2 H₂O

Classificação por Reagentes
(a) Reagentes Gerais
São reagentes que apresentam o mesmo tipo de reação com substâncias da mesma natureza. Ex: Fenolftaleína

(b) Reagentes Específicos
São aqueles que promovem reações específicas para uma determinada substância em condições definidas. Ex:

N+2 +Tampão ácido

(c) Reagentes Sensíveis
São aqueles que em condições experimentais definidas permitem analisar uma amostra em quantidade na ordem de 1 PPM. Nesse tipo de classe, encontramos muitas aplicações na química forense, um ramo que visa auxiliar a justiça na elucidação principalmente decrimes contra a vida. Um clássico exemplo para esse tipo de reagente é o luminol, utilizado para a detecção de sangue em locais de crime de homicídios.
O luminol tem grande atração pelo Ferro coordenado da Hemoglobina (Fe ²⁺) e Metahemoglobina (Fe³⁺),propiciando a reação entre essa substância e o sangue oculto (não visível ao olho humano) podendo ocorrer até prazos superiores à 6 anos.

Ex: LuminolFosfatase Ácida

Obs.: O amido é um polímero de glicose com ligações nas posições 1,4 é encontrado em vários tubérculos. Com o Iodo esta substância apresenta uma reação de cor azul pela formação de um “complexo com transferência de carga” com estrutura química não definida.

Rio de Janeiro, 22 de Março de 2012 a 29 de Março de 2012.

Modalidade de Análise de Amostras

(a) Ensaio...
tracking img