Crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1804 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO 5
2 Desenvolvimento. 6
2.1 Histórico do Crack no mundo 6
2.2 O crack 7
2.3 Em relação ao seu preço, é uma droga mais barata que a cocaína 8
2.4 As conseqüências emocionais e os efeitos do dependente químico . 8
2.5 Efeitos do Crack a Longo Prazo 9
2.6 Como o Assistente Social pode contribuir para o atendimento dessas populações. 9
2.7 Planos de Enfrentamento aocrack. 11
3 CONCLUSÃO. 12
4 REFERÊNCIAS 13
1 INTRODUÇÃO
Neste trabalho ira abordar e concluir melhor como o uso acessível e o abuso de grande substancia como o crack transformou em, um grave problema a saúde Pública praticamente em todos os países do mundo , que atualmente os usuários acabam tendo comportamentos violentos e criminais como violência na família e uma certa agressividade constante.2 DESENVOLVIMENTO.
2.1 HISTÓRICO DO CRACK NO MUNDO
Enquanto o uso das folhas de coca data de três mil anos atrás, o crack, a forma cristalizada da cocaína, começou a ser consumido durante o boom da cocaína na década de 1970, e expandido em meados da década de 1980.
De acordo com a Drug Enforcement Agency dos Estados Unidos, no final da décadade 1970 havia uma enorme abundância do pó de cocaína para ser enviado aos Estados Unidos. Isso fez com que o preço da droga caísse em cerca de 80%. Diante da queda dos preços, os traficantes de droga transformaram o pó em "crack", uma forma sólida da cocaína, que poderia ser fumada.
Quebrada em pedaços pequenos, ou em "pedras", essa forma de cocaína podia ser vendida em quantidades menores, paramais pessoas por um lucro maior. Era barato, simples de produzir, fácil de usar e altamente rentável para os traficantes.
No início dos anos de 1980, os relatórios de uso do crack começaram a surgir em Los Angeles, San Diego, Houston e no Caribe. O maior impulso no uso da droga ocorreu durante a "epidemia do crack", entre 1984 e 1990, quando a droga se espalhou pelas cidades americanas. A epidemiado crack aumentou significativamente o número de viciados em cocaína. Em 1985, o número de pessoas que admitiam o uso rotineiro de cocaína aumentou de 4,2 milhões para 5,8 milhões.
Em 1986, o crack estava presente em 29 estados americanos. Mais tarde, o crack estaria presente em todo o país. Desde então, o uso da droga continua e se expandir por todo o mundo.
Por volta de 2002, o Reino Unidopassava pela sua própria "epidemia de crack", e o número de viciados em crack que procuraram ajuda subiu 50% naquele ano. O Reino Unido relatou um aumento de 74% nas apreensões de crack entre 2000 e 2006.
A maioria dos usuários de crack europeus está localizada em três cidades: Hamburgo, Londres e Paris. Porém o uso de crack tem sido relatado também como problema significativo em algumas cidades daHolanda e em três territórios franceses: Guadalupe, Guiana Francesa e Martinica
2.2 O CRACK
Crack é uma droga, geralmente fumada, feita a partir da mistura de pasta de cocaína com bicarbonato de sódio. É uma forma impura de cocaína e não um sub-produto. O nome deriva do verbo "to crack", que, em inglês, significa quebrar, devido aos pequenos estalidos produzidos pelos cristais (aspedras) ao serem queimados, como se quebrassem.


Fumo de crack numa lata de alumínio.
A fumaça produzida pela queima da pedra de crack chega ao sistema nervoso central em dez segundos, devido ao fato de a área de absorção pulmonar ser grande e seu efeito dura de 3 a 10 minutos, com efeito de euforia mais forte do que o da cocaína, após o que produz muita depressão, o que leva ousuário a usar novamente para compensar o mal-estar, provocando intensa dependência. Não raro o usuário tem alucinações e paranoia (ilusões de perseguição).


2.3 EM RELAÇÃO AO SEU PREÇO, É UMA DROGA MAIS BARATA QUE A COCAÍNA
O uso de cocaína por via intravenosa foi quase extinto no Brasil, pois foi substituído pelo crack, que provoca efeito semelhante, sendo tão potente quanto a cocaína...
tracking img