Publicidade- grupo focal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3868 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GRUPO FOCAL
Data: 11/11/2004
Moderador (a): Camila Côrtes
Grupo: Andrêssa; Ariel; Camila; Cinthia, Lúcia e Poliana

TEMA: Prótese de Silicone nos seios.

Camila: Bem vindas, todas. Obrigado pela presença. A gente vai discutir o porque de uma mulher optar por usar prótese de silicone. Toda opinião é valida. E eu só estou aqui para intermediar. Eu quero que vocês se sintam a vontade queserá um papo entre amigas. Alguém quer começar a falar a sua opinião por que a mulher implanta uma prótese de silicone no seio?

Wilma: Pra aumentar sua alto-estima

Camila: Por quê?

Wilma: Porque às vezes, por exemplo, existia um conceito, um tempo atrás no Brasil, que o homem brasileiro olhava (e isso eu estou falando de sexualidade) a libido do homem brasileiro era o bumbum da mulherbrasileira. Os seios sempre foram marcados na mulher americana. Eu já li uma reportagem que a mulher americana com 15/16 anos já implantavam prótese de silicone. Porque existe um conceito de beleza americana que o seio é importante. E hoje com a cirurgia plástica, tão já divulgada e dizem que o Brasil é o terceiro país a fazer cirurgia plástica do mundo. Aí a mulher brasileira começou a apreciar o seiogrande e então ta colocando silicone adoidado. Então as pessoas que não têm a natureza de nascer com o seio maior e como vivemos num mundo que tudo é modismo e modismo, que até com o corpo você usa disso, do modismo. Então você vê que as pessoas enfrentam até o medo mas quer estar dentro do padrão de beleza, de sensualidade. Que a sociedade começa, indiretamente, a impor. O que eu percebo hoje éisso. Então quer dizer, que a mulher que não tem o seio muito grande, estava optando pela prótese pra estar dentro desse padrão de beleza. Claro que existem muitas particularidades, eu to falando genericamente, o que eu percebo é essa onda de usar silicone.

Camila: Então a gente tem a auto-estima ligada ao modismo? O que você acha disso Cristina?

Cristina: Eu acho que é por aí também. Aauto-estima, eu acho que é o fator mais importante.
Camila: Você acha que a auto-estima é uma coisa provisória ou duradoura?

Cristina: Nesse caso eu acho que é provisória.

Camila: Por quê?

Cristina: Porque vão surgir outras coisas, que seja bunda, que seja panturrilha, é o modismo puxando também para o lado da auto-estima. Se eu vejo um peitão, eu por exemplo, morro de vontade de colocar.Porque eu acho... Eu tenho amigas que colocaram, que depois que fizeram, que colocaram, se sentiram assim o máximo, o máximo! O mundo se abriu pra elas!

Camila: E você Diana, o que que você acha?

Diana: Sobre o que?

Camila: Você acha que é modismo ou não?

Diana: Eu acho que é um pouco mais. Realmente fica bonito, também tem isso, mas por exemplo: é... porque antigamente o que chamava aatenção era a mulher mais gordinha, rechonchuda. Os pintores pintavam mulheres mais gordinhas e tal... Tudo era mais normal. Hoje em dia já é ao contrário, é a mulher magra com peitão. Então tem mulher que é muito magrinha e que realmente ela vê as amigas, tudo lá com maior (gesto de peito grande) e ela sente vontade. E tem hoje em dia, essa questão de que... Por exemplo eu já vi fotolog, que ta namoda esse negocio de fotolog. Gente chega falando: haaaaaa, tô com peitão! Então as pessoas estão começando a esse negocio de criticar muito a outra, porque ela está fora do padrão, não querem ficar de fora né... disso.

Camila: Vocês acham que hoje, as meninas optam por estar colocando a prótese mais pra elas ou para satisfazer o modismo?

Rita: É muita turminha né... Muito coleginha... né. Éisso. Agora eu tenho um questionamento aqui, que eu acho que a mídia ela não fala muito nisso, que o silicone muitas vezes causa câncer. Então a gente deveria falar sobre essa questão também, porque não é brincadeira não! Então eu acho que isso não é muito discutido e as pessoas tem que ter cuidado com isso, porque, é um corpo estranho dentro da gente, então tem que saber, se de repente o corpo...
tracking img