Psicopatologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7186 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PSICOPATOLOGIA, EXOTISMO E DIVERSIDADE: ENSAIO DE
ANTROPOLOGIA DA PSICOPATOLOGIA
*

Adriano Holanda

RESUMO. O texto se propõe a uma reflexão em torno de uma perspectiva antropológica da questão da psicopatologia.
Partindo da análise antropológica de Tzvetan Todorov, perpassa o ensaio histórico de Theodore Zeldin, alcançando a crítica
de Thomas Szasz e a abordagem histórico-antropológicade Michel Foucault, na tentativa de clarear a compreensão do
fenômeno psicopatológico. Nesta perspectiva crítico-histórica, a psicopatologia é vista como um fenômeno contextualizado,
inserido na construção das mentalidades específicas da cultura ocidental.
Palavras-chave: psicopatologia, exotismo, diversidade.

PSYCHOPATHOLOGY, EXOTICISM AND DIVERSITY: SOME REMARKS ON THE
ANTHROPOLOGY OFPSYCHOPATHOLOGY
ABSTRACT. The purpose of this paper is to reflect upon an anthropological approach of psychopathology. It intends to
throw some light upon the phenomenon of the “psychopathologic”. It begins with some remarks on the anthropological
concept of Tzevan Todorov. It also analyses Theodore Zeldin’s historical essay, Thomas Szasz’s critical reflections and
Michel Foucault’shistoric-anthropological approach. In this historical perspective, “Psychopathology” is conceived as a
rather contextualized phenomenon, part of the specific mentalities constructed by the Western culture.
Key words: psychopathology, exotic, diversity.

INTRODUÇÃO

O campo da Psicopatologia é difícil de se
delimitar. Seja numa concepção de polaridade normalanormal, seja como campo específico de açãoclínica,
seu terreno é cercado de imprecisões e de opiniões
divergentes. Psicopatologia e Psiquiatria, por
exemplo,
se
confundem
comumente.
Isto
invariavelmente leva a uma compreensão limitada do
próprio fenômeno psicopatológico. No campo
específico da Psicopatologia, uma obra considerada
“fundante” é o Psicopatologia Geral, de Karl Jaspers,
publicada em 1911, portanto, anterior mesmo aoconceito de esquizofrenia, cunhado por Bleuler, em
1913.
Além de ser fundamento, é também uma obra que
inaugura uma nova forma de estudo: uma
*

psicopatologia
fenomenológica,
preocupada
inicialmente com a descrição das significações do
fenômeno psicopatológico.
Não obstante, o campo da Psicopatologia é
anterior a Jaspers. Ao traçar o histórico da questão,
esbarramos em algumasimprecisões. Alguns (Corsini,
1984; Bonin, 1991) afirmam que o primeiro a falar em
“psicopatologia” foi Théodule Ribot (1839-1916), em
1881. Outros, como Paim (1993), afirmam que a
psicopatologia se iniciou com Esquirol e Griesinger. É
certo, contudo, que a primeira cátedra desta matéria só
surge em 1905, com Georges Dumas, aluno de Ribot.
Nesta época era comum a denominação “PsicologiaPatológica” ou “Psicologia Anormal”, para o que viria
a ser, futuramente, a Psiquiatria. Convém, todavia, não
confundir o campo da “psicopatologia” com o da
“psiquiatria”. Como assinala Paim (1993,1), o campo

Psicólogo, Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade de Brasília (UnB). Doutorando em Psicologia pela Pontifícia
Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Professor dos Cursos dePsicologia da UNIP e Universidade São Marcos.
Autor do livro Diálogo e Psicoterapia. Correlações entre Carl Rogers e Martin Buber (Lemos Editorial). Co-Organizador do
livro Psicologia e Pesquisa Fenomenológica. Reflexões e Perspectivas (Editora Ômega).
Endereço para correspondência: Av. Marechal Carmona, 494, Ap. 24. V. J. Jorge, Cep 13035.510, Campinas/SP. E-mail:
aholanda@yahoo.comPsicologia em Estudo, Maringá, v. 6, n. 2, p. 29-38, jul./dez. 2001

30

Holanda

de estudo da psicopatologia é mais restrito do que o da
psiquiatria, e “... se limita ao estudo dos fenômenos
anormais da vida mental e tem como método a
fenomenologia”.
Segundo Paim (1993), os primórdios da
psicopatologia estão nas obras de Jean-Étienne
Esquirol, com o livro Traité des Maladies Mentales,...
tracking img