Psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2399 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
(Capa)





















































Índice

• Distinguir entre o pensamento convergente e o pensamento divergente…………3




• Definir o conceito de inteligência emocional e a sua importância para compreender o comportamento humano, em particular nas situações de relacionamentointerpessoal……………………………………………………...4




• Definir o conceito de motivação e distinguir entre motivação intrínseca e extrínseca………………………………………………………………………...7




• Distinguir entre motivação e satisfação na compreensão do comportamento humano………………………………………………………………………….8




• Conhecer a pirâmide das necessidades de Maslow e os principais pressupostos deste módulo……………………………………………………………………10




• ReferênciasBibliográficas……………………………………………………...13





















Distinguir entre o pensamento convergente e o pensamento divergente



O psicólogo americano Joy Paul Guilford (1897-1987) desenvolveu no final dos anos 40 um modelo de entendimento humano que serviu de fundamento à pesquisa moderna sobre a criatividade. O ponto decisivo na conceção de Guilford foi a distinção entre pensamentoconvergente e divergente.
O pensamento convergente visa diretamente a uma única possibilidade correta de solução para determinado problema. Já o divergente seria o raciocínio criativo.
Segundo Guilford, em primeira linha os testes de QI exigem pensamento convergente. Afinal sempre se trata de procurar, com auxílio da lógica, uma solução ortodoxa que se possa classificar como certa ou errada, demodo claro.
No entanto, pessoas criativas destacam-se sobretudo porque seu intelecto, ao confrontar-se com um problema, supera os esquemas mentais já enraizados e trilha novos caminhos. Guilford definia a criatividade justamente como a capacidade de "encontrar respostas inusitadas, às quais se chega por associações muito amplas". E aqui entra em cena o pensamento divergente, com a finalidade deproduzir diversas soluções possíveis. "No pensamento divergente avança-se para muitos lados. Tão logo seja necessário, ele muda de direção e leva com isso a uma pluralidade de respostas que podem ser, todas elas, corretas e adequadas", explicou em 1950.
Em suma, o pensamento divergente é um processo de pensamento cujo objetivo é encontrar o maior número possível de soluções para um problema. Essacapacidade é usada para gerar ideias e resolver algo criativamente, em oposição ao pensamento convergente, que consiste em encontrar uma única solução apropriada a um problema.












Definir o conceito de inteligência emocional e a sua importância para compreender o comportamento humano, em particular nas situações de relacionamento interpessoal



“Inteligência emocional éum conceito em Psicologia que descreve a capacidade de reconhecer os próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com eles.”

Os conceitos de Salovey & Mayer
“Salovey e Mayer definiram inteligência emocional como:
"...a capacidade de perceber e exprimir a emoção, assimilá-la ao pensamento, compreender e raciocinar com ela, e saber regulá-la em si próprio e nos outros."(Salovey & Mayer, 2000).
Dividiram-na em quatro domínios:
• Perceção das emoções - inclui habilidades envolvidas na identificação de sentimentos por estímulos, como a voz ou a expressão facial, por exemplo. A pessoa que possui essa habilidade identifica a variação e mudança no estado emocional de outra.
• Uso das emoções – implica na capacidade de empregar as informações emocionaispara facilitar o pensamento e o raciocínio.
• Entender emoções - é a habilidade de captar variações emocionais nem sempre evidentes;
• Controle (e transformação) da emoção - constitui o aspecto mais facilmente reconhecido da inteligência emocional – é a aptidão para lidar com os próprios sentimentos.


O conceito por Goleman
Goleman definiu...
tracking img