Projeto de sines

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1063 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Breve análise
do protesto popular
contra o projecto de Sines
I
VISÃO ESTATÍSTICA DO CONCELHO DE SINES
A maneira como este estudo foi elaborado está directamente
ligada com a cronologia das pesquisas efectuadas por nós quando
da execução dele, isto é, tentou-se seguir, na apresentação, a ordem
real pela qual as investigações foram conduzidas. Nesta conformidade,
antes de procedermos a umtrabalho de inquérito in situ,
considerámos vantajosa a existência de um núcleo —ainda que
restrito— de conhecimentos gerais sobre a localidade em observação.
Não foi nossa intenção traçar o perfil estatístico pormenorizado
do concelho de Sines, mas somente tentar reunir alguns dados
indicativos dos aspectos económicos e sociais, integrados num
quadro geográfico determinado.
As fontes deque nos servimos foram o Instituto Nacional de
Estatística e o Gabinete da Área de Sines, onde nos facultaram
* Tereza M. da Silva Pais, Raul M. Matias Moreira, Adroaldo V. Gonçalves
de Azevedo, António M. M. de Almeida Alcoforado, Maria Isabel C. de
Sousa Coutinho, Vasco T. Corrêa de Oliveira, Maria Tereza G. Fernandes
do Carmo. O trabalho foi realizado no quadro da disciplina de Demografia,Povoamento e Recursos Humanos, na parte final do ano lectivo de 1973/74.
Supervisão do Dr. Vasco Pulido Valente, com colaboração do Dr. J. F. Falcão
812 Carneiro, assistente de Estatística.
deiros terroristas. Termina-se afirmando que era preferível a revolução
social sem ditadura, mas reitera-se a necessidade de defesa a
todo o custo das conquistas de Outubro.
12 de Março de 1919: «Ogoverno maximalista não é a Revolução
Russa.» Este artigo afirma a necessidade da violência revolucionária
e mostra que aqueles que a criticam são os mesmos que aconselharam
a Kerensky o uso da repressão. Adverte, no entanto, de que
os excessos podem acarretar o restauro da reacção. Termina mostrando
que na Rússia a revolução está realmente em marcha, pois
as massas não esperam por decretos eleis, mas criam elas mesmas
novas formas de acção.
23 de Março de 1919: na secção da primeira página «Na linha de
fogo», assinada por Manuel Ribeiro, este rebate, no artigo «Bolchevismo
— uma calúnia que se desfaz — amor livre obrigatório», um
outro do Matin («cloaca de imundícies antibolcheviques») que afirmava
uma socialização da mulher na Rússia. Manuel Ribeiro transcreve,
aliás, alegislação soviética sobre o matrimónio.
27 de Março 1919: novamente na sua secção «Na linha de fogo»,
M. Ribeiro enumera as grandes realizações económicas soviéticas,
refere o poder organizativo das massas e termina afirmando que nenhuma
das grandes conquistas soviéticas teria sido possível sem a
tomada do poder e a ditadura do proletariado.
A Bandeira Vermelha (órgão da Federação Maximalista)
5 deOutubro de 1919 (primeiro número; apreendido).
12 (segundo número): protestos contra a apreensão do primeiro
número; divulgação da nova Rússia; artigo sobre a ditadura do proletariado;
citações grandes de Lenine.
19 (terceiro número): «Pelo bolchevismo», «O bolchevismo em
Portugal», «O sovietismo em marcha».
26 (quarto número): «Soviete e sindicato»; insere um texto de
Trotsky.
1 deNovembro (quinto número): «Sovietismo», «O sindicalismo
revolucionário é o mesmo que sovietismo», «O regime dos conselhos».
811
alguns dados, que além de insuficientes, enfermavam de deficiências
técnicas reconhecidas \
Ao observarmos um «Quadro respeitante à divisão da população
activa por profissões e sexos», obtido no Instituto Nacional
de Estatística, verificámos que os técnicos consideraram aexistência
de 100 profissões distintas e reconhecidas como tais. No entanto,
é interessante constatar que dessas 100 profissões há 7
que por si só englobam 60,24*% da população trabalhadora masculina
e 39 % da feminina.
Esse número restrito de profissões, pode ser incluído em três
grupos principais, constituintes da estrutura económico-social da
vila de Sines — a agricultura, a pesca e...
tracking img