Problemas demograficos

Introdução
No presente trabalho onde falarei da possível existência da história africana, tendo em conta quadro questões relevantes que tem a ver com a metodologia do estudo da historiografia africana, as tarefas necessárias para a produção da história africana, visto que, a escrita veio com os europeus na colonização dos mesmos. Abordando também as correntes usadas para a produção dahistoriografia africana e por último a concepção histórica para áfrica.

Objectivos
Os objectivos deste trabalho centra-se naquilo que é a historiografia africa em algumas partes, para ilustração daquilo que são os métodos, tarefas, correntes e concepções na produção da história africana.
Veremos que algumas ideias que perduram no censo comum sobre o continente como algo homogêneo ou um lugar inóspito éfruto de uma remota construção também historiográfica e que possuía interesses. Também veremos que a produção sobre história da África é vasta e que possui diversas correntes. E esperamos que ao término do livro, o aluno possa perceber que o continente africano é heterogêneo em línguas, religiões, formas de organizações dentre outros.

Que métodos são necessários para a produção da história africana?Os métodos necessários são os livros escritos a respeito da História da África, e os que tratavam a respeito do ensino de História de um modo geral. A junção deste material irá nos conduzir para a busca do objetivo que é elaborar um recorte histórico, assim como os predicados necessários para elaborar material pedagógico para os docentes dos diversos níveis de ensino e para os alunos da redeestadual de ensino do Município de São Paulo, devido á escassez desse material acerca do assunto. Primeiro, pela abordagem eurocêntrica do ensino em nossas escolas e universidades. Segundo, pois o assunto só ganhou relevância através da Lei Federal 10.639/2003, que obriga o ensino da História e Cultura Africana nas escolas, mas, não contemplou toda a estrutura que este ato traria. Tanto no treinamentodos corpos docentes, como na produção material. Hoje temos uma quantidade de material didático relevante que não tem o ensino da História e Cultura Africana como objeto de estudo. Assim como material para didático.
Começamos por analisar duas obras sobre a História Geral da África para nos aprofundarmos no assunto, já que era novo para nós também. Nesta parte do trabalho usamos o trabalho deDenise Paulme com seu livro “As Civilizações Africanas”, que é escrito de uma maneira concisa, mas ao mesmo tempo profundo, onde nos introduz ao continente africana, tanto na formação do povo que o habita, como de sua cultura. Outra obra escolhida foi História da África: “Anterior ao Descobrimento”, pois sua temática é na mesma linha a de Denise Paulme (trabalha com a História da África anterior achegada do europeu em massa a partir do século XVI), mas que em seu subtítulo trás os resquícios da abordagem que predominou na historiografia sobre o assunto. Separar a História da África em antes da chegada do europeu no século XVI, e depois da chegada do europeu no século XVI. Nessa formulação básica de ter o conhecimento da história africana utilizamos à obra de Ana Mônica Lopes e Luiz Arnaut comHistória da África: Uma introdução, pois esta obra trabalha com uma linha histórica que retrata o continente após o século XVI.

Em seguida parte para uma linha de obras que abordava o ensino de alguns temas africanos nas escolas, como a obra de Leila Leite Hernandez com o seu trabalho A África na Sala de Aula: Visita à História Contemporânea,para podermos vislumbrar esta tarefa instituída pela lei com alguém que já está trabalhando com o tema e tem material a respeito. Buscamos na análise da obra de Décio Gatti Junior, A Escrita Escolar da História: Livro Didático no Brasil (1970-1990), conhecer um pouco de um instrumento hoje de grande importância na escola pública: o livro didático. Para o autor devido alguns fatores como; aumento...
tracking img