Planejamento familiar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (265 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Planejamento Familiar entende-se como conjunto de ações que têm como finalidade contribuir para a saúde da mulher e da criança e que permitem às mulheres e aos homensescolher quando querem ter um filho, o número de filhos que querem ter e o espaçamento entre o nascimento dos filhos, o tipo de educação, conforto, qualidade de vida,condiçõessociais, culturais e seus níveis, conforme seus princípios de necessidade. Existem recomendações da ONU no sentido do acesso universal aos serviços de PlanejamentoFamiliar, e de esse serviço ser parte dos Serviços de Saúde Pública.

A assistência em planejamento familiar deve incluir acesso à informação e a todos os métodos e técnicaspara concepção e anticoncepção, cientificamente aceitos, e que não coloquem em risco a vida e a saúde das pessoas.
Para ser bem sucedido, um programa de planejamentofamiliar deve ser parte integrante de um plano econômico. Requer a existência de uma série de condições favoráveis, como educação, saúde, atendimento médico-hospitalar,consciência e aprovação popular.


Os métodos naturais são cientificamente comprovados e de eficácia superior aos métodos artificiais. São os únicos lícitos, admitidos pelaIgreja e de aceitação moral e ética. Entre outras vantagens asseguram ao casal a responsabilidade pelo planejamento familiar, além de possibilitar o diálogo e a união dosesposos. A Igreja defende o planejamento familiar com os métodos naturais que respeitam a integridade física do ser humano e a cumplicidade do casal na preservação daespécie humana. Esses métodos têm base científica e comprovada eficácia: método da ovulação (Billings), método da temperatura basal e o método da tabelinha (Knaus-Ogino)
tracking img