Planejamento empresarial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2016 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 - O conceito Karl Marx da mais-valia pode ser compreendido da seguinte forma:
O operário só possui sua força de trabalho. Ele a oferece como mercadoria ao burguês (dono dos meios de produção), que a compra por uma determinada quantia em dinheiro (salário) para fazê-lo trabalhar durante um certo período de tempo; 8 horas por dia, por exemplo. A partir do momento em que a compra, a força detrabalho do operário passa a pertencer ao burguês, que dispõe dela como quiser.
O custo de manutenção da força de trabalho (operário, máquinas) constitui seu valor; a mais-valia é a diferença entre o valor produzido pela força de trabalho e o custo de sua manutenção. 
Por exemplo. Suponho que um operário seja contratado para trabalhar 8 horas por dia numa fábrica de motocicletas. O patrão lhe paga16 reais por dia, ou seja, 2 reais por hora, o operário produz duas motos por mês. O patrão vende cada moto por 3883 reais. Deste dinheiro, ele desconta o que gasta com matéria-prima, desgaste de máquinas, energia elétrica, etc.; exagerando bastante, vamos supor que esses gastos somem 2912 reais. Logo, sobram de lucro para o patrão 971 reais por moto vendida (3881 menos 2912 é igual a 971). Se ooperário produz duas motos por mês, ele produz, na verdade 1942 reais por mês (2x971). Se, num mês, ele trabalhar 240 horas, produzirá 8,1 reais por hora (1942 dividido por 240 horas). Portanto, em 8 horas de trabalho ele produz 64,8 reais (8,1x8) e ganha 16 reais. A mais-valia é exatamente o valor que o operário cria além do valor de sua força de trabalho. Se sua força de trabalho vale 16 reais eele cria 64,8, a mais-valia que ele dá ao patrão é de 48,8 reais. Ou seja, o operário trabalha a maior parte do tempo de graça para o patrão!
Das oito horas que o operário trabalha, ele só recebe 2 horas e seis minutos. O resto do tempo ele trabalha de graça para o capitalista. Esse valor que o patrão embolsa é o trabalho não pago.
Ao patrão o que interessa é o aumento constante da mais-valiaporque assim seus lucros também aumentam. Para fazer isso, o capitalista usa algumas formas básicas: aumentando ao máximo a jornada de trabalho (“mais-valia absoluta”), de modo que depois do operário ter produzido o valor equivalente

ao de sua força de trabalho, possa continuar trabalhando muito tempo mais; esta forma de obter maior quantidade de mais-valia é muito conveniente ao capitalistaporque ele não aumenta seus gastos nem em máquinas nem em locais e consegue um rendimento muito maior da força de trabalho. Era o método mais utilizado no começo do capitalismo. Mas não se pode prolongar indefinidamente a jornada de trabalho.

2 - Não. As desigualdades sociais não são naturais, não são sempre iguais e não dependem de Deus. Não é verdade que os que têm poder e riqueza assim o sãoporque merecem, porque são melhores que os outros e já nasceram com dom para mandar ou para serem ricos, enquanto os pobres nasceram fadados a pobreza e são pobres porque querem. A lógica das desigualdades sociais é bem mais complexa do que essas crenças.
Segundo Karl Marx as desigualdades sociais são produto de um conjunto de relações pautado na propriedade privada como fato jurídico e político.As desigualdades sociais manifestam-se na forma de apropriação e dominação, ou seja, num sistema de organização social no qual uma classe produz e outra se apropria do produto desse trabalho.
Assim, podemos afirmar, a partir de seu pensamento que as diferenciações sociais são fabricadas pelas relações econômicas, sociais, políticas e culturais, numa sociedade dividida em classes sociaisdistintas.


3 - Indústria cultural é o nome dado a empresas e instituições que trabalham com a produção de projetos, emissoras de televisão, cinema, jornais, rádios, revistas, sites de internet, propagandas, gravadoras de músicas e outras formas de entretenimento em geral, baseadas na cultura, visando o lucro que são elaborados de forma a aumentar o consumo, modificar hábitos, educar, informar,...
tracking img