Penicillium

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1814 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

Este fungo foi descrito em 1809, na Alemanha. Pertence ao reino fungi pela sua forma anamórfica e telemórfica e divisão inserta. Faz parte do grupo mitospórico e subgurpo hifomicetos e divisão ascomycota. Penicillium constituem um grupo de

microrganismos que sintetizam elevada quantidade de metabólitos secundários, atingindo em certos casos, uma produção 73% superior a de outrasclasses de microrganismos. Os fungos anamorfos são representados por aproximadamente 225 espécies com 347 sinonímias, além dos teleomorfos, Eupenicillium 45 espécies e Talaromyces 24 espécies. O Penicillium é o gênero que tem maior importância dentro dos ascomicetos, no ambiente natural, como em alimentos e na produção de drogas benéficas ao homem. Este tipo de fungo cresce em matéria orgânicabiodegradável, no solo e em qualquer ambiente úmido e escuro. Mais também podem ser contagiosos, contaminando sementes, frutos e podem até invadir habitações. É responsável pelos bolores que infestam os alimentos que são utilizados para o consumo humano. Espécies de Penicillium têm uma alta diversificação, tanto morfológica quanto de metabólitos secundário, a exemplo de antibióticos, micotoxinas,antioxidantes, anticancerígenos, inseticidas, herbicidas, enzimas e fungicidas. As espécies do gênero Penicillium, que podem ser tanto patógenos como utilizados para o beneficio humano, como fabricação de alimentos e até mesmo remédios como a penicilina, que é um antibiótico natural derivado de um fungo Penicillium. Além de atuarem também como, agroquímicos, agentes reguladores do colesterol,antiparasíticos, imunossupressores. Sendo assim tendo um grande valor econômico. A maioria dos fungos pertencentes às espécies de Penicillium não são patogénicas. Uma excecção é o Penicillium marneffei. O gênero Penicillium sobrevive em solos e no interior de sementes e grãos. Causando problemas e intoxicações em seres humanos e animais. Dado o crescente estabelecimento dos microrganismos no desenvolvimentode compostos de importância industrial, a conservação em coleções de culturas torna-se uma alternativa essencial para manutenção de sua integridade metabólica. Portanto o gênero Penicillium vem sendo alvo de estudos, pesquisas e experimentos. Isolando o fungo para estudados de suas características morfológicas, benefícios, malefícios suas doenças e sintomas causados por este patógeno.

2DESENVOLVIMENTO

Para sua identificação, os penicilios são, preferivelmente, cultivados em ágarCzapek. Na classificação das espécies são importantes a cor, a forma e as margens das colônias a formação de exsudados, a presença de odores, de esclerócios, de asco carpos. Como qualquer outro fungo, o penicillium possui sua característica própria, diferenciando eles dos outros. As espécies de Penicillium sp.Têm fases telemórficas dos gêneros Talaromyce, Eupenicillium. O ascoma é tipicamente cleitotecial, os ascos ficam esparramados em sua cavidade, sem formar himênio. Os ascos têm formas arredondadas e sua parede se decompõe quando os ascósporos ficam maduros. Podendo ser os responsáveis pela perda de produtos agrícolas, agentes do conhecido mofos e bolores que ocorrem em diferentes substratos, estesobtém as formas teleomórficas (sexuais) do gênero e Penicillium sp. Os fungos mitospóricos possuem dois tipos básicos de conidiogênese, o blástico e o tálico. No blástico, o conídio ainda jovem já pode ser reconhecido, ao brotar do conidióforo ou da célula conidiogênica, antes de ser destacado pela formação de uma parede transversal é formada antes da diferenciação do conídio, ou seja, o conídiosó é distinguido quando se separa de tudo pela formação da parede transversal. Entre os fungos, o tipo blástico e o mais importante, podendo, por sua vez, apresentar diferentes tipos de conidiogênese. O tipo fialídico é um dos mais comuns, sendo caracterizado pela produção de conídios em sucessão basipetal (conídio mais jovem é produzido na base a partir da extremidade aberta de uma célula...
tracking img