Paper libras uniasselvi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2065 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A IMPORTÂNCIA DE CONHECER A ESTRUTURA LINGUÍSTICA DA LIBRAS PARA O EDUCADOR

Paulo Natanael Pereira

Profº. Katia Solange Coelho Rafaeli
Profº.Maria Dalma Duarte Silveira

Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI

Licenciatura geografia (GED-0331) – Libras
05/11/09

RESUMO

A necessidade da comunidade surda em se expressar vai muito além da busca por compreensão dalíngua, mas também manifestar-se na forma cultural e da sua identidade na sociedade ouvinte. A inclusão vem tomando força cada vez mais, a realidade é esta, e é inegável e deve acontecer. Os surdos ainda sofrem com a diversidade e o preconceito. Infelizmente a visão dos ouvintes é a de que vê o surdo como incapaz de opinar e de tomar decisões sobre seus próprios assuntos. O papel da língua desinais na educação regula a vivência social dos surdos, pois promoverá um maior entendimento entre a cultura ouvinte e não-ouvinte. Entretanto, o desafio de inclusão na sociedade estudantil tem se tornado algo importante e necessário.

Palavras-chave: Lingua; Surdez; Inclusão.

1. INTRODUÇÃO

O estabelecimento de ensino também deve proporcionar aos pais das crianças surdas o acesso aLibras, para que eles possam comunicar-se, eficazmente, com seus filhos, auxiliando-os, assim, na aquisição de sua língua própria. Programas podem ser desenvolvidos, na escola, atividades para os pais, orientadas por adultos surdos e profissionais especializados, para a discussão sobre aspectos sociais, lingüísticos e culturais da comunidade surda, programas para os pais e seus filhos .Em relação aos professores e aos demais indivíduos envolvidos no processo educativo, Quadros (1997a), Rangel e Stumpf (2004) e Giordani (2004) sugerem que eles sejam, preferentemente, surdos, pois o professor surdo será um interlocutor e um modelo lingüístico para os seus alunos, como já foi destacado. No entanto, se o professor for ouvinte, de acordo com Giordani (2004), é importante a suaimersão na comunidade surda, objetivando, além de uma competência em língua de sinais, uma compreensão da gramática e da escrita dessa língua, a partir das bases culturais.
2. COMO SURGIU LIBRAS

O registro mais antigo que se tem de língua dos sinais teve a data em 368 a.C. Feito por Sócrates, filosofo Grego a língua utilizada foi baseada na língua de sinais francesa. (MENEZES, 2006)afirma que o Brasil ainda era uma colônia portuguesa governada Dom Pedro II quando a língua de sinais para surdos chegou ao país, mais precisamente no Rio de Janeiro em 1856.

Conforme (RAMOS e GOLDFELD, 1992), o conde francês Ernest Huet desembarcou na capital fluminense com o alfabeto manual francês e alguns sinais. O material trazido pelo conde, que era surdo, deu origem à LínguaBrasileira de Sinais (Libras). O primeiro órgão no Brasil a desenvolver trabalhos com surdos e mudos surgiu em 1857. Foi do então Instituto dos Surdos-Mudos do Rio de Janeiro, hoje Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), que saíram os principais divulgadores da Libras. A iconografia dos sinais, ou seja, a criação dos símbolos só foi apresentada em 1873, pelo aluno surdo Flausino José daGama. “Ela é o resultado da mistura da Língua de Sinais Francesa com a Língua de Sinais Brasileira antiga, já usada pelos surdos das várias regiões do Brasil.” Em 1815, Thomas H. Gallaudet, professor americano interessado na educação dos surdos, encontra na França o abade De LEpèe, primeiro indivíduo a estudar a língua de sinais através da observação de um grupo de surdos que utilizava o métodomanual, o qual foi utilizado por ele, e em 1817, junto com Laurent Clerc, um dos melhores alunos de De LEpèe, fundou a primeira escola permanente para surdos nos EUA, que utilizava como forma de comunicação em salas de aula e conversas extra-classe um tipo de francês sinalizado, adaptado para o inglês. Surge então uma metodologia que mais tarde será utilizada na filosofia da Comunicação Total....
tracking img