Os fundamentos da disciplina arquivistica - fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1129 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ROUSSEAU, Jean-Yves. Os Fundamentos da Disciplina Arquivistica. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1994.
O PRINCÍPIO DA PROVENIÊNCIA E O FUNDO DE ARQUIVO
“O princípio da proveniência é a base teórica, a lei que rege todas as intervenções arquivísticas. O respeito deste princípio, na organização e no tratamento dos arquivos qualquer que seja a sua origem, idade, natureza ou suporte, garante aconstituição e a plena existência da unidade de base em arquivísticas, a saber, o fundo de arquivo”. (pág.81)
“[...] todas as intervenções do arquivista devem ocorrer sob o signo do princípio da proveniência e, à partida, do reconhecimento do fundo de arquivo como unidade central das operações arquivísticas”. (pág.81)
“Tendo os arquivos sido organizados a montante, graças a intervenção de umaarquivística situada no coração da ação administrativa do organismo, basta no arquivo respeitar a ordem dos documentos estabelecida, no momento da sua criação e durante toda a sua existência administrativa”. (pág.82)
“O princípio da proveniência, que comporta duas vertentes, define-se como <<[...] princípio fundamental segundo o qual os arquivos de uma mesma proveniência não devem sermisturados com os de outra proveniência e devem ser conservados segundo a sua ordem primitiva, caso exista>> ou <<o princípio segundo o qual cada documento deve ser colocado no fundo donde provém e, nesse fundo, no seu lugar de ordem>>”. (pág.82)
“No seu primeiro grau, o princípio da proveniência leva-nos a considerar o fundo de arquivo como uma entidade distinta”. (pág.83)
“No segundograu, o princípio da proveniência exige que todos os documentos de um fundo de arquivo ocupem um determinado lugar que tem de ser respeitado ou restabelecido [...]”. (pág.83)
“Na ausência de um quadro de classificação para os activos, o arquivista escolhe entre as seguintes possibilidades: conservar a ordem existente, tentar reconstruir a ordem primitiva ou aplicar outra ordem”. (pág.83-84)“[...] o princípio da proveniência, tanto no primeiro como no segundo grau, pode ser aplicado a priori enquanto os documentos em plena fase activa responderem ao seu valor primário ou a posteriori, no momento em que os documentos são adquiridos pelo serviço de arquivos devido ao seu valor de testemunho”. (pág.84)
“A aplicação do princípio da proveniência é o único meio de garantir, por um lado, aintegridade administrativa dos arquivos de uma unidade e, por outro, o pleno valor de testemunho dos documentos de um fundo de arquivo”. (pág.84-85)
“O princípio da proveniência favorece também a recuperação de informação”. (pág.85)
“O valor do princípio da territorialidade reside no facto de <<[...] para que os arquivos permaneçam vivos e sejam utilizados e melhor entendidos, eles devem, omais possível, ser conservados aos meios donde emanam ou que influenciaram a sua produção>>’’. (pág.86)
“O princípio de pertinência territorial é, por seu lado, um <<[...] conceito oposto ao princípio da proveniência segundo o qual, sem se ter em conta o seu lugar de criação, os arquivos deveriam ser entregues ao serviço de arquivo com jurisdição arquivística sobre o território a que oconteúdo deles se refere>>’’. (pág.87)
“O princípio da territorialidade aplica-se a três níveis: nacional, regional e institucional”. (pág. 87)
“No plano nacional, os estados soberanos servem de ponto de referência ao princípio de territorialidade. Com efeito, estes têm frequentemente, aquando de sucessões de estados, de proceder a intercâmbios de arquivos entre si, os quais se podemrevelar muito problemáticos. É o que acontece quando determinados países se recusam a entregar os arquivos da antiga administração ao estado recentemente tornado independente”. (pág.88)
“O plano regional distingue-se nomeadamente pelo facto de delimitar melhor o lugar de produção de um fundo. Há quem afirme mesmo que, <<[...] para arquivos, um certo regionalismo é normal, e até essencial. O...
tracking img