Os diferentes rostos da infancia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1902 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHANGUERA EDUCACIONAL- UNIDERP

FACULDADE ANHANGUERA DE CAMPINAS – CAMPINAS/SP

PEDAGOGIA – 1º SEMESTRE.

DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIOAL.

Adriana Evangelista da Silva Adão RA: 2306320366
Gisele Luciana Silva RA: 2307338335
Lucilene Silva dos Santos RA: 2304308774
Nilcéia Maria Safra RA: 2310414565

Apagão de profissionais
O desafio de encontrar soluções para essaproblemática

Profº EaD: Profª Edilene Maria de Oliveira

Profº EaD: Raquel Hoffman

Campinas/SP
2011
Introdução

Esse trabalho tem como finalidade abordar uma proposta de qualificação para o profissional com alto nível de empregabilidade a área de formação.
Por meio de uma revisão bibliográfica do livro Desenvolvimento Pessoale Profissional, de Ana Lúcia Jankovic Barduchi, Ana Paula Bonilha Piccoli, Francisco Sérgio Tittanegro, Josiane C. Cintra, Karla Guimarães Monteiro,Renato César Lena e Yaeko Ozaki, fazer uma reflexão a partir dos levantamentos realizados por instituições mostrando dados qualitativos sobre a existência de vagas no mercado profissional e há falta de profissionais qualificados para assumi-las.Dessa forma, ampliar o conhecimento sobre o tema e exercitar a visão de mundo, identificando oportunidades e problemas que podem afetar o exercício profissional.

O profissional da educação
Que profissional o mercado quer?

Para responder essa questão é preciso entender a visão de mundo hoje. Essa visão está baseada na percepção que cada pessoa tem pelo mundo. Porém as percepçõesmudam rapidamente o tempo todo, e é preciso observar as mudanças que ocorrem no social, econômico e cultural.
Essas mudanças fazem com que a visão de mundo sofra reformulações constantes. O profissional que não adaptar-se a essas mudanças não terá mercado de trabalho.
A transformação do homem se deu a partir da revolução industrial e posteriormente com a revolução tecnológica. Essarevolução tecnológica exige que o homem tenha:
- versatilidade: o funcionário tem sua experiência, mas, não pode parar, tem que acumular várias funções e conhecer outras áreas.
- gerenciamento: ser capaz de auto gerenciar, não pode esperar dar ordem, tem que ser gerente de todo o seu trabalho.
- busca de soluções: ser capaz de verificar situações problemas e apresentar soluções.Todas essas mudanças faz chegar a era da Consciência, pois a Era da tecnologia faz ver as coisas diferentes e cada dia que aparece uma nova tecnologia, aparece novas profissões. Nessa Era do conhecimento, informações, deve-se saber buscar essas informações, pois nem tudo que tem informação serve de conhecimento. Essa Era é um momento de transição entre sociedade do conhecimento e sociedadeda sabedoria e consciência.
Nessa Era o homem do novo mundo pede explicações, conceituações e reconceituações, ou seja, o mundo se transforma todo dia e o conceito de ontem, não é o que tem hoje, tem-se a necessidade de reconceituar o que já se sabe só que de forma diferente. Portanto, estar no momento de constantes mudanças, tem se a necessidade de cultivar novos valores e visão.Essa Era busca resgatar a espiritualidade, as experiências internas serão valorizadas como as novas tecnologias, ou seja, existe valorização do conhecimento das pessoas.
Conhecimento é a formação de um homem voltado para o ser e não mais para o ter, o homem tem que ser capaz de aprender e não segurar para si o conhecimento, tem que deixar o ter e dar valor ao ser.
Diante de tudo isso, omercado de trabalho exige do mundo alguns aspectos como, educação, diversidade cultural, ética, responsabilidade socioambiental e espiritualidade.
A educação aparece dando ênfase nos seus quatro pilares para a transformação do homem:
• Aprender a aprender, o homem om as mudanças passa aprender a conhecer e vai a busca da construção e reconstrução. A educação torna-se emancipadora,...
tracking img