Desafio de filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3113 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AS FACES DA INFÂNCIA

Desafio de aprendizagem da Disciplina de Fundamentos Filosóficos da Educação do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Anhaguera-Uniderp.

Marília / SP
2011
Introdução

Qual deveria ser o rosto de uma criança? Como manter a inocência nas crianças e por que as crianças deste século diferenciam das do séculoanterior? São algumas das indagações que fazemos ao olharmos às crianças e as diferentes classes sociais.

Quando falamos de diferentes rostos da infância, os pensamentos vagueiam sobre os extremos de classes sociais, os fatores de influência e seu histórico de transformações na sociedade, estampando os diferentes rostos da infância.

A infância é a principal fase do desenvolvimentohumano, que merece atenção especial devido suas constantes mudanças influenciadas por hábitos e costumes no mundo, bem como a realidade em que vive, estabelecendo ritmos e processos de maturação diferentes de uma criança para outra.

A educação dada pela família fornece a base no aprendizado da criança, pois é o alicerce da sociedade e deve se desenvolver juntamente com a educação formal,a fim de obter um resultado positivo rumo ao desenvolvimento pessoal e profissional do ser humano.
A família tem um importante papel no desenvolvimento da criança até a fase adulta, que servirá de base para a criança se desenvolver, aprender a viver em sociedade, construir seus valores e cumprir seu papel, amadurecendo para atingir seus sonhos e objetivos, sejam profissionais, pessoais,acadêmicos ou até mesmo sociais.
Discutir a questão da infância e da família no campo da pedagogia constitui tarefa importante para evitar o recurso a padrões rígidos que pensam a educação a partir de um modelo universal e atemporal de infância e de família. O interesse pelo tema família e da infância e suas transformações é relativamente recente. A família tem o papel importante no processose socialização, bem como no desenvolvimento da subjetividade autônoma, ensinando informalmente à criança.

Histórico da família na infância e na educação

Apesar dos poucos registros do cenário familiar, é possível resgatar alguns registros para refletir sobre a evolução e mudanças da constituição familiar, além de suas influências na infância e na educação das crianças.

Nastribos indígenas a constituição familiar se caracterizava pela poligamia, cujos guerreiros tinham a tarefa de cuidar da caça e as mulheres cuidavam dos filhos e do cultivo. A criança, ao atingir certa idade (depende das tradições de cada tribo), acompanhava os pais – guerreiros para aprender seu ofício e se tornar digno de formar uma ou mais famílias, depois de passar por rituais para talcondecoração. Com este cenário, o tempo de infância era encurtado pela dedicação à tribo, rendendo muito orgulho às famílias que eram por vezes responsáveis pela escolha de sua primeira esposa. A educação era uma das grandes e mais admiradas responsabilidades na tribo, conduzida pelo pajem ou pessoa designada por ele, onde incluía a língua, a organização da tribo e o culto aos deuses.

Na Antiguidade,as famílias viviam em torno de reinos, que além de servir, trabalhavam por seu próprio sustento, assim como os índios, porém toda a riqueza e ganhos por meio de escambo eram confiscados e designados à família real. As crianças se tornavam aprendizes junto aos artesãos que muitas vezes eram seus próprios pais e transmitiam seus ofícios aos membros da família. Nesta época, as crianças viviam suainfância intensamente, porém ainda a família era formada na fase de adolescência, faltando ainda atingir a maturidade necessária para assumir esta grande responsabilidade. A educação ainda era de responsabilidade da família, estas que por muitas vezes formavam as extensas famílias sob o mesmo teto.

Posteriormente na 2ª Guerra Mundial, as crianças se tornaram recursos de trabalho,...
tracking img