Odelagem de dados

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4121 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Oficina: Modelagem de Dados
Ronaldo S. Mello INE/CTC/UFSC

Objetivo da Oficina
• Teoria e prática de projeto de Bancos de Dados Relacionais (BDRs) • Foco: modelagem conceitual e lógica de BDRs
– Dicas avançadas de modelagem entidaderelacionamento (ER) – Regras detalhadas de mapeamento ER-relacional

• Exercícios práticos de modelagem
– ferramenta acadêmica brModelo

• Bibliografiaprincipal
– Projeto de Banco de Dados - Carlos Alberto Heuser 5a Ed. Série Livros Didáticos – Instituto de Informática da UFRGS, número 4. Editora Sagra-Luzzatto, 2004.

Sumário
1. Projeto de BD: objetivo e etapas 2. Modelagem Conceitual
2.1 Modelo ER 2.2 Dicas de Modelagem 2.3 Exercícios

3. Mapeamento ER-Relacional
3.1 Regras de Mapeamento 3.2 Exercícios

Sumário
1. Projeto de BD:objetivo e etapas 2. Modelagem Conceitual
2.1 Modelo ER 2.2 Dicas de Modelagem 2.3 Exercícios

3. Mapeamento ER-Relacional
3.1 Regras de Mapeamento 3.2 Exercícios

Projeto de Banco de Dados
• Parte integrante do desenvolvimento de um sistema de informação
– preocupação com a representação adequada de dados operacionais

• Atividade de projeto de BD
– modelagem de dados em diferentes níveisde abstração
• nível conceitual, lógico e físico

Projeto de BD - Etapas
Análise de Requisitos

Modelagem Conceitual

Modelagem Lógica

Modelagem Física

Projeto de BD - Etapas
Análise de Requisitos • Coleta de informações sobre os dados, suas restrições e seus relacionamentos na organização • Forma de realização: reuniões com os usuários; observação do funcionamento da organização• Resultado: documento com a especificação de requisitos

Modelagem Conceitual

Modelagem Lógica

Modelagem Física

Projeto de BD - Etapas
Análise de Requisitos Especificação de requisitos Modelagem Conceitual • Modelagem dos dados e seus relacionamentos independente da estrutura de representação do SGBD (modelagem conceitual) • Forma de realização: análise da especificação de requisitos •Resultado: esquema conceitual + restrições de integridade

Modelagem Lógica

Modelagem Física

Vantagens da Modelagem Conceitual
• Abstração de dados de alto nível
– indicação de dados e seus relacionamentos da forma como percebidos no mundo real – independência de detalhes de representação de SGBDs

• Fácil compreensão pelo usuário leigo
– facilita a validação da modelagem dos dados• Facilita a manutenção dos dados
– modificação dos requisitos – migração de SGBD

• Tradução para qualquer modelo de SGBD

Projeto de BD - Etapas
Análise de Requisitos Especificação de requisitos Modelagem Conceitual Esquema conceitual Modelagem Lógica • Conversão do esquema conceitual para o esquema de representação de um SGBD (esquema lógico) • Forma de realização: aplicação de regrasde conversão • Resultado: esquema lógico (tabelas,
RIs, transações, consultas relevantes e visões, autorizações de acesso, ...)

Modelagem Física

Projeto de BD - Etapas
Análise de Requisitos Especificação de requisitos Modelagem Conceitual • Definição do esquema lógico em um SGBD adequado ao modelo Esquema conceitual • Forma de realização: SQL • Resultado: esquema físico Modelagem LógicaEsquema lógico Modelagem Física

Projeto de BD - Etapas
Análise de Requisitos Especificação de requisitos Modelagem Conceitual Esquema conceitual Modelagem Lógica Esquema lógico Modelagem Física Esquema físico ou implementação

Projeto de BD - Etapas
• Modelagem Conceitual
– preocupação: correta abstração do mundo real
(captura correta da semântica da aplicação)

• Modelagem Lógica +Física
– preocupação: escolhas corretas na conversão para o esquema do SGBD (relacional) para maximizar o desempenho
(distribuição adequada dos dados em tabelas)

Sumário
1. Projeto de BD: objetivo e etapas 2. Modelagem Conceitual
2.1 Modelo ER 2.2 Dicas de Modelagem 2.3 Exercícios

3. Mapeamento ER-Relacional
3.1 Regras de Mapeamento 3.2 Exercícios

Modelagem Conceitual – Modelo...
tracking img