Nr 23

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2650 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO




O Homem primitivo observou o fogo surgindo espontaneamente por meio da ação de relâmpagos sobre madeira de árvores e começou a utilizá-lo de maneira desorganizada, para iluminar, aquecer e cozinhar. Depois houve a descoberta de que o atrito entre dois pedaços de madeiras seca e elevação da temperatura, até produzir uma chama, dando início à jornada tecnológica do homem, noseu controle da natureza.

Posteriormente, a observação de que fagulhas têm o poder de começar uma chama e que o choque de algumas rochas produz faíscas, conduziu a mais uma forma de iniciar o fogo.

Desde o homem primata o fogo tem sido um constante desafio por ser causador de vítimas fatais, lesões e danos incalculáveis. A evolução acontece em uma assustadora aceleração, onde a cada instantenovos produtos, inventos e descobertas acontecem, isto não é diferente na prevenção e combate ao incêndio, onde temos uma engenharia exclusiva na área de combate ao incêndio.

Na natureza o fogo foi objeto de estudos por vários séculos.
Lavoisier no final do século XVIII apresentou uma nova teoria aceita até hoje “O FOGO É UMA FORMA DE OXIDAÇÃO RÁPIDA” apenas sendo acrescentado “COM LIBERAÇÃO EDESPRENDIMENTO DE LUZ E CALOR”; o corpo de bombeiros utiliza mais comumente a descrição de que o fogo é uma reação de oxidação exotérmica que desprende luz e calor, também conhecido como combustão, raramente como oxidação rápida.
O fogo sob domínio tem sido sempre útil, mas, ao fugir do controle se torna um agente de destruição passando a ser denominado como incêndio. Hoje a proteção contraincêndio deixou de ser uma simples arte, que era exercida por homens dotados de bravura e coragem, para transformar numa ciência que vem sendo desenvolvida por técnicos que estudam as causas dos incêndios e a melhor forma de combate.


Aspectos de proteção contra incêndios:
-deve-se estabelecer condições mínimas para elaboração de um programa, visando proteger a vida, o meio ambiente e o patrimônio,bem como reduzir as conseqüências sociais do incêndio


A Proteção Contra Incêndio é um assunto um pouco mais complexo do que possa parecer. A primeira vista, imagina-se que ela é composta pelos equipamentos de combate à incêndio fixados nas edificações, porem esta é apenas uma parte de um sistema, é necessário o conhecimento e o treinamento dos ocupantes da edificação. Estes deverãoidentificar e operar corretamente os equipamentos de combate a incêndio, bem como agir com calma e racionalidade sempre que houver início de fogo, extinguindo-o e/ou solicitando ajuda ao Corpo de Bombeiros através do telefone 193.


TEORIA DO FOGO




Conceito de Fogo


Fogo é um processo químico de transformação. Podemos também defini-lo como o resultado de uma reação química que desprendeluz e calor devido à combustão de materiais diversos.


Elementos que compõem o fogo


Os elementos que compõem o fogo são:

Combustível
Comburente (oxigênio)
Calor
Reação em cadeia


Esse quarto elemento, também denominado transformação em cadeia, vai formar
o quadrado ou tetraedro do fogo, substi-tuindo o antigo triângulo do fogo.



Combustível


É todomaterial que queima.

São sólidos, líquidos e gasosos, sendo que os sólidos e os líquidos se transformam primeiramente em gás pelo calor e depois inflamam.

Sólidos


Madeira, papel, tecido, algodão, etc.


[pic]


Líquidos


Voláteis – são os que desprendem gases inflamáveis à temperatura ambiente. Ex.:álcool, éter, benzina, etc.

Não Voláteis – são os que desprendem gasesinflamáveis à temperaturas maiores do que a do ambiente. Ex.: óleo, graxa, etc.


[pic]




Gasosos


Butano, propano, etano, etc.


[pic]





Comburente (Oxigênio)


É o elemento ativador do fogo, que se combina com os vapores inflamáveis dos combustíveis, dando vida às chamas e possibilitando a expansão do fogo.
Compõe o ar atmosférico na porcentagem de 21%, sendo que o mínimo...
tracking img