Neuroanatomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1674 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL

Estrutura e Função da Medula Espinhal
Prof. Gerardo Cristino

Aula disponível em:

www.gerardocristino.com.br

Estrutura da Medula Espinhal
Anatomia Macroscópica

  

45 cm Cone terminal L1-L2 Filamento terminal

Estrutura da Medula Espinhal
Anatomia Macroscópica


Intumescências
Cervical


C5, C6, C7, C8, T1 – Plexo braquial L1, L2, L3, L4, L5, S1, S2 – Plexo lombossacro



Lombar


Visão posterior do encéfalo e da medula espinhal (ME) recobertos pela dura-máter

Medula Espinhal in Situ

Relação das raízes nervosas com as vértebras

Visão posterior mostrando a região da medula espinhal e da cauda eqüina coberta pela dura-máter

Visão posterior damedula espinhal após abertura da dura-máter

Visão anterior da medula espinhal

Visão posterior da parte inferior da medula espinhal e da cauda eqüina, após a abertura da dura-máter

Região inferior da medula espinhal e cauda eqüina

Estrutura da Medula Espinhal
Anatomia Macroscópica

    

Sulco mediano posterior Fissura mediana anterior Sulco lateral anterior Sulco lateralposterior Sulco intermédio posterior Septo intermédio posterior

Corte transverso da parte lombar da medula espinhal, mostrando as raízes anterior e posterior de um nervo espinhal

Estrutura da Medula Espinhal
Anatomia Macroscópica



Substância cinzenta
  



Coluna anterior Coluna posterior Coluna lateral – torácica Canal central da medula

Estrutura da Medula EspinhalAnatomia Macroscópica



Substância branca
  

Funículo anterior Funículo lateral Funículo posterior
 

Fascículo grácil Fascículo cuneiforme

Meninges espinhais e raízes nervosas – vista anterior (membranas removidas)

Corte transverso da parte lombar da medula espinhal, mostrando as raízes anterior e posterior de um nervo espinhal

Secções transversais da medula espinhal emvários níveis

Região
Cervical

Torácica

Lombar

Sacra

músculos

diafragma músculos do

músculos

Cortes transversos da medula espinhal, em níveis diferentes, mostrando a disposição das substâncias cinzenta e branca

Corno cinzento posterior

Coluna branca lateral

Corno cinzento lateral

Corte transverso da medula espinhal, no nível do quinto segmento cervical, segundosegmento torácico, quarto segmento lombar e segundo segmento sacral (corante de Weigert)

Diferentes estágios no desenvolvimento da medula espinhal, mostrando as células da crista neural, que vão formar os primeiros neurônios aferentes da via sensorial

Estrutura da Medula Espinhal
Anatomia Macroscópica


Filamentos radiculares


Raízes
 

Ventral Dorsal  Gânglio EspinhalRamo ventral Ramo dorsal



Nervo espinhal
 

Meninges espinhais e raízes nervosas – vista anterior (membranas removidas)

Corte transverso da parte lombar da medula espinhal, em visão oblíqua

Origem do nervo espinhal – secção através da vértebra lombar

Origem do nervo espinhal – secção através da vértebra torácica

Esquema da medula espinhal com componentes sensitivos,motores e autonômicos dos nervos periféricos

Visão posterior da medula espinhal coberta pela dura-máter (DME). Os gânglios sensitivos (GS) localizam-se na emergência dos nervos espinhais.

Estrutura da Medula Espinhal
Anatomia Macroscópica


Nervos Espinhais


31 pares
    

8 cervicais 12 torácicos 5 lombares 5 sacrais 1 coccígeo

Inervação segmentar da pele (segundoHansen-Schliack)

Estrutura da Medula Espinhal
Anatomia Macroscópica


Topografia Vertebromedular


Cone medular
  

Adulto – L1 L2 3º mês de gestação – igual Nascimento em L3



Processo espinhoso


 

C2 a T10 = Adiciona-se 2 ao número do processo espinhoso, obtém-se o número do segmento medular. Ex: PEC6 = SMC8 T11 a T12 = 5 segmentos medulares lombares L1 = 5...
tracking img