Necrochorume

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2805 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
A única certeza que um ser vivo pode ter é a de que um dia ele irá morrer. Essa é uma parte da vida, do ciclo natural das coisas, mas apesar disso, ainda é motivo de grandes tristezas e desafios. Deixando um pouco de lado o sentimento, nesse trabalho será abordado outro desafio da morte, algo que não é muito debatido, e que através de culturas muito antigas, foi se perpetuando atehoje, e gerando um grande problema: o necrochorume. Ao ser enterrado, o corpo do morto começa um processo de decomposição na terra, e nesse processo é liberado o necrochorume, material que possui um grande potencial poluidor, e que mesmo assim ainda é pouco combatido ou levado a sério.
Alguns meios de impedir ou minimizar esse necrochorume vão ser abordados e debatidos nesse trabalho, mostrandoque tratar desse problema é algo viável.

Desenvolvimento:
Ao longo da historia, o tratamento dado aos corpos dos mortos varia, contudo, o mais utilizado ultimamente é o enterro dos mesmos em cemitérios. Foi constatada na antiguidade que esta pratica contamina fontes de água próximas a esses locais. No inicio do século XVIII, foram criadas legislações no Brasil proibindo o sepultamento emigrejas e zonas urbanas, demonstrando a preocupação com a saúde publica.
O sentido dado à morte é distinto e modifica-se de acordo com a cultura e costumes de cada povo e sofre alterações ao longo da evolução dos valores cultuados por cada sociedade, que sofre influências da cultura de outras civilizações.
Nas civilizações da Mesopotâmia os mortos eram enterrados meticulosamente e eram acompanhadosde seus utensílios, como objetos de uso cotidiano e roupas, que serviam para identificar sua identidade pessoal e familiar. Este ritual servia para representar a personalidade e status social do indivíduo enquanto vivo, já que a morte seria o apagamento desta existência. Os antigos egípcios acreditavam na imortalidade, e desse modo, elaboraram técnicas avançadas de mumificação, já que eles tinhama crença no retorno da alma. Os falecidos, ao serem sepultados, eram submetidos ao processo de embalsamento, que viria muito tempo depois, a transformar os corpos nas conhecidas múmias. Entre os antigos hindus a incineração crematória era o destino dado aos seus mortos. O cadáver era consumido pelo fogo, e as cinzas eram lançadas ao vento, ou nas águas dos rios, sendo o morto despojado de todos osseus traços de identidade. A cremação representava a purgação de todos os pecados, sendo a própria vida individual considerada uma transgressão que deveria ser expiada pela morte. Na antiga Grécia, o ritual fúnebre diferenciava os tipos dos mortos. Apesar de haver a incineração em ambos os casos, a cerimônia dos homens comuns era distinta dos grandes heróis. Os primeiros eram cremadoscoletivamente e suas cinzas enterradas em valas comuns. O grande herói era merecedor de homenagens durante a cremação. Nos funerais, havia a crença de que o falecido continuava a viver, de alguma forma, depois de enterrado. Roupas, utensílios e armas eram colocados nos túmulos. Os antigos acreditavam tanto que os mortos continuavam a viver, que sacrificavam cavalos, e até mesmo escravos, enterravam-nos com omorto para servi-lo. Para os judeus que acreditam na ressurreição após a morte, esta seria o acesso para outra dimensão da vida que poderia ser no inferno ou no paraíso, conforme os seus feitos terrenos a partir da observação dos mandamentos de Deus. Para os judeus, com o advento da morte, a alma, que até então estava abrigada no corpo, inicia uma dolorosa separação do mesmo. Tal processo se dáconforme vai ocorrendo a decomposição. Quando o corpo é sepultado na terra, ele se desintegra lentamente, o que é confortante para a alma. Corpo e alma são entidades que permanecem interligadas após a morte, e o processo de desligamento não é imediato. A alma continua em contato com o corpo, mesmo depois do enterro, e ainda compartilha de todas as suas sensações. A decomposição, portanto, é um...
tracking img