Modulista resende

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2610 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE FORNECIMENTO DE UM “MODULISTA” EM RESENDE (WV-RJ)


Solange Benites Juvella
Programa de Pós Graduação em Engenharia da Produção – FEMP - UNIMEP
Fone (0xx11) 4526-7420 – E-mail: juvella@terra.com.br


ABSTRACT: This paper aims to analyse the principal differences between a classic supply system and a moduled plant, that is a new configuration in the automotive industry inBrazil. We will analyse the economic context in which the company was inaugurated, best practices in each of the production forms and the pros and cons in the Supply Chain Management and its new attributions, as well.
In the analysis we used information from suppliers and from the industries focusing especially on responsabilities.

KEYWORDS: automotive industry, condominium, moduled plant, supplychain

RESUMO: Este artigo busca analisar as principais diferenças entre um clássico sistema de suprimentos e uma planta com o consórcio modular, que é uma nova configuração na indústria automotiva no Brasil. Irá analisar ainda o contexto econômico no qual a planta foi inaugurada, as melhores práticas em cada uma das formas produtivas e, da mesma forma, analisar os prós e contras na cadeia deabastecimento e suas novas atribuições.
Na análise, utilizamos informações dos fornecedores e das indústrias, focando especificamente em responsabilidades. Este artigo tem como base estudos realizados em bibliografia mencionada e em pesquisa de campo realizada na planta de Resende e no fornecedor Cummins. A autora agradece o apoio e as informações prestadas por Moisés Januário Teixeira Sobrinho(Módulo Powertrain), Ricardo Schalch e Letícia Lago (Cummins Brasil).


1. Introdução:

Com a aceleração da globalização na segunda metade do século XX através do desenvolvimento de seus dois componentes fundamentais -informática e telecomunicações- (ALOFORADO, 1997) bem como o desenvolvimento dos transportes, a competição por mercados e por novas opções nos processos das empresas tornou-secada vez mais acirrada.
No Brasil, esta aceleração teve contribuições extremamente significativas na década de 90 (governo de Fernando Collor):
➢ a abertura dos mercados no Brasil, encerrando assim um período de isolamento da indústria instalada no país e a entrada efetiva de nossas empresas no mercado competitivo;
➢ o controle da inflação, que inibia empresas a grandes mudanças;
➢ aestabilidade da economia.
Na realidade, o processo econômico citado acima ainda está em desenvolvimento, mas as perspectivas não parecem apontar a um retorno das condições presentes na década de 80.
Neste contexto as indústrias foram impelidas a uma adaptação às novas “regras do jogo”. Novos entrantes se instalando no país e a importação com impostos menores faziam frente aos produtosnacionais que até então dominavam o mercado de forma quase que absoluta.
A primeira categoria de indústrias a sentir o peso da competição estrangeira foi a categoria das indústrias automotivas (vale lembrar que, à época, Fernando Collor chamou os carros produzidos no Brasil de “carroças”, conforme noticiado amplamente pela mídia, aguçando ainda mais o mercado e servindo de estopim para a mudança que sedaria em seguida).
Era preciso encontrar alternativas. O parque industrial necessitava de revisões nos conceitos e em seu modus operandi produtivo.
Em que nossa indústria perdia para os estrangeiros?
Vários foram os focos e várias foram as alternativas encontradas:
➢ tínhamos excesso de mão de obra direta: uma das soluções encontradas foi a terceirização de atividades não ligadas ao corebusiness;
➢ aplicação de técnicas que visavam diminuição dos estoques (JIT[1]), processos em melhoria contínua (kaizen[2]), entre outras;
➢ melhoria da qualidade dos produtos;
➢ maiores preocupações com o cliente;
➢ conhecimento das melhores práticas através de benchmarking;
enfim, uma infindável lista de áreas e de soluções encontradas.
Os modelos de consórcio modular e de...
tracking img