Moda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2136 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro Universitário de Belo Horizonte – UNI-BH
Design de Moda – 1° ciclo B
Disciplina: Trabalho Interdisciplinar de Graduação – TIG
Orientador(a): Maria Goreti
Alunos(as): Andréa, Cíntia M, Eliane, Júlia, Mariana, Silésia






















A MODA NA COMTEMPORANEIDADE:





PASPATUR BEACH WEAR






















Belo Horizonte
2009A MODA NA CONTEMPORANEIDADE
MODA PRAIA
PASPATUR



OBJETIVOS GERAIS:


( Criar uma marca inovadora no mercado beach wear
( Elaborar cada modelo de acordo com as necessidades e desejos do publico alvo.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS:


1) Criar peças exclusivas, com design inovador2) Com uma modelagem que valorize o corpo feminino
3) Peças com trabalhos artesanais, estampas exclusivas, tecidos tecnológicos e inovadores
4) Atingir o mercado externo;
5) Divulgar o produto mundialmente
6) Competir de igual para igual com osconcorrentes
7) Agregar preço, qualidade, design


REFERENCIAL TEÓRICO:


Em 1946 foi inventado o biquíni, durante a Segunda Guerra Mundial, e recebeu esse nome devido ao Atol de Biquíni, ilha que funcionava como base militar para teste de bombas, A criação do biquíni é disputada por dois estilistas franceses: primeiro, Jacques Heim (1946)apresentou o "átomo" como "o menor maiô do mundo"; em seguida, Louis Réard (1946) mostrou o "bikini, menor que o menor maiô do mundo" e ficou com a fama do criador da peça. O biquíni não foi bem aceito em 1946, as mulheres não estavam preparadas para usar peças de vestuário tão reduzidas, que mostravam o umbigo e foi proibido em vários países incluindo Portugal.
Nos anos 50, as atrizes decinema e as pin-ups americanas foram as maiores divulgadoras do biquíni. Em 1956, a francesa Brigitte Bardot imortalizou o traje no filme "E Deus Criou a Mulher", ao usar um modelo xadrez vichy adornado com babadinhos. No Brasil, o biquíni começou a ser usado no final dos anos 50. Primeiro pelas vedetes, como Carmem Verônica e Norma Tamar, que juntavam multidões nas areias em frente ao CopacabanaPalace, no Rio de Janeiro, e, mais tarde, pela maioria decidida a aderir à sensualidade do mais brasileiro dos trajes.
Nos anos 60, a atriz Ursula Andress dentro de um poderoso biquíni, em cena do filme "007 contra o Satânico Dr. No" (1962) entrou para a história da peça. Em 1964, o designer norte-americano Rudi Gernreich (1960) dispensou a parte de cima do traje e fez surgir o topless.No Brasil, essa moda não fez sucesso quanto em algumas praias da Europa, o prefeito de São Paulo, Prestes Maia (1960), chegou a proibir o uso do topless em piscinas públicas.
Nos anos 70, surgiu o biquíni de crochê, que ficava todo torto quando molhava. Para segurar no lugar, as mulheres enrolavam a lateral. Assim nascia, por acaso, um novo modelo de biquíni brasileiro, ainda menor,surgiu para mudar o cenário e conquistar o mundo: a famosa tanga.
Nos anos 80, surgiram outros modelos, como o provocante enroladinho, o asa-delta, o de lacinho nas laterais, sutiã cortininha e o imbatível fio-dental.
Nos anos 90, a moda praia se tornou cult “culto” passou a ocupar um espaço ainda maior na moda. O Brasil se tornou lançador da moda internacional, os modelos semultiplicaram e a evolução tecnológica possibilitou o surgimento de tecidos cada vez mais resistentes e apropriados ao banho de mar e de piscina. Um verdadeiro arsenal, entre roupas e acessórios passaram a fazer parte dos trajes de banho, como a saída de praia, cangas, toalhas, sacolas coloridas, maiôs tradicionais a engana-mamãe, biquínis asa delta, fios dentais, modelos estampados, drapeados,...
tracking img