Missiologia urbana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9604 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 – Introdução - Objetivos
Para adoção de planos na área social da igreja, é fundamental a utilização de informações que tenham algum grau de confiabilidade e que, além de retratar a realidade, possibilitem um planejamento eficaz das políticas públicas. Sendo assim, no desenvolvimento de nossa ideia, estaremos sempre obedecendo a um parâmetro que inclui a comparação entre o Estado e o Municípiodo Rio de Janeiro.
Seguindo essa perspectiva e no marco da criação do Fórum do Rio de Janeiro na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), pesquisadores do Laboratório de Políticas Públicas (LPP) da Universidade assumiram a tarefa de realizar um primeiro esforço no sentido de sistematizar e disponibilizar os dados relativos a pessoas e domicílios no nosso Estado a partir do Censo 2000 doIBGE.
Na elaboração deste projeto, procuramos eventuais situações de desumanidade na vida diária da população carioca em paralelo com as poucas iniciativas sociais que a comunidade evangélica vem desenvolvendo naquela direção. Veremos que dois protótipos de fanatismos caminham em direções opostas, cada um deles buscando satisfação pessoal, sem a relevância do verdadeiro motivo que gera afelicidade de suas almas, assim como passamos a mostra-los.
1.1 - FELICIDADE CARIOCA: fazendo uso de sua capacidade criativa de improvisação, a população geral do Município em questão exerce um poder inigualável de alimentar algumas de suas preferências, independente dos prejuízos financeiros e sociais que isto venha a germinar. Vejamos algumas delas e suas consequências:
1.1.1 - Futebol – esportepreferido que supera as preocupações com gastos dos seus fanáticos seguidores, quando se deseja defender determinado clube ou agremiação. A começar pela camisa, a locomoção aos estádios e os preços exorbitantes dos ingressos. Além daqueles gastos, entram as consequências sociais: a violência entre as torcidas, o uso de drogas e armas, a desintegração familiar e outros hábitos nocivos quando a meta é aconquista da vitória a qualquer custo. Inclua-se a isto o aparato do governo nas estruturas de ordenar o bom comportamento e o fluxo de ida e vinda de torcedores que retornam com a revolta ou a euforia em suas mentes incitadas pelo comportamento coletivo.
1.1.2 Praia – Os estudos sociais apontam para uma desagregação de grupos regionais e classes sociais quando tais reuniões se tornam umanecessidade na vida da população. O exemplo maior está na geografia de nossa “cidade maravilhosa”. Notamos que as mais lindas praias localizam-se nas áreas mais nobres e bem abastadas da população. Visitá-las não deve ser privilégio de alguns como deveria ser a palavra de ordem. Mas o que verificamos é a tendência de desagregação dos diversos níveis que vão desde o poder aquisitivo até alocalização de suas residências. Chegamos ao ponto de criação de praias particulares, na medida em que as autoridades demonstram fragilidade no controle da segurança dos frequentadores, com o surgimento da palavra “arrastão”.
1.1.3 Carnaval – A espera desta “festa” demanda um preparativo que vai além dos fatores turísticos e econômicos que servem de álibi para que as autoridades permitam a mudançacomportamental da população, gerando uma despesa paralela que se camufla naqueles momentos de euforia, tais como: despesas dos que afluem aos hospitais, às delegacias, ao tráfico e outras despesas que fogem a contabilidade oficial, na evasão das notas fiscais. Durante seus cinco dias de vida, a degradação humana atinge seus maiores índices de imoralidade, violência e educação, mais comparável a um campo debatalha, cujas consequências desmontam todo o aparado cultural e espiritual plantado durante o ano anterior. Isto nos leva a um círculo vicioso entre o acumulo de reparações sociais que impedem o progresso da mentalidade humana e, consequentemente a torna incapaz de competir com as menores nações do círculo chamado de primeiro mundo.
Diante de tais constatações entendemos que o estudo sobre...
tracking img