Mip boletim

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1897 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O conceito de MIP implica a integração de todas as técnicas disponíveis no controle das pragas de uma determinada cultura para evitar o uso exclusivo do uso de produtos químicos.
Os fundamentos, tanto do Controle Integrado como do Manejo Integrado de Pragas, baseiam-se em quatro elementos: na exploração do controle natural, dos níveis de tolerância das plantas aos danos causadospelas pragas, no monitoramento das populações para tomadas de decisão e na biologia e ecologia da cultura e de suas pragas. Estas premissas implicam no conhecimento dos fatores naturais de mortalidade, nas definições das densidades populacionais ou da quantidade de danos causados pelas espécies-alvo equivalentes aos níveis de dano econômico (NDE) e de controle (NC), que fica imediatamente abaixo doNDE. Outra variável importante seria a determinação do nível de equilíbrio (NE) das espécies que habitam o agroecossistema em questão. Em função da flutuação da densidade da espécie-alvo e de sua posição relativa a esses três níveis (NE, NDE E NC) ao longo do tempo, as espécies podem ser classificadas em pragas-chave (densidade populacional sempre acima do NDE), pragas esporádicas (densidade nalavoura raramente atinge o NDE) e não-pragas (a densidade da espécie em questão nunca atinge o NDE). Mais recentemente tem sido proposto também o nível de não-controle (NNC), ou seja, a densidade populacional de uma ou mais espécies de inimigos naturais capaz de reduzir a população da espécie -alvo a níveis não econômicos, dispensando assim, a utilização de medidas de controle.
Na cultura da soja,esse somente são aplicados para evitar que a população de pragas ultrapasse o nível econômico de danos, o mesmo ocorrendo com inseticidas biológicos, como é o caso do Baculovirus anticarsia. Outras medias de controle biológico e de controle cultural necessitam integrar-se dentro do conceito de MIP para serem aplicadas em benefício do agricultor e da natureza.
O Manejo Integrado de Pragas-MIP-se constitui na melhor estratégia para o controle das pragas do algodoeiro. Para esta cultura, o MIP requer o uso planejado de um conjunto de práticas distintas que determinam um controle mais eficaz e econômico das pragas. Várias táticas de controle participam em combinações distintas para cada tipo de problema fitossanitário.
Os defensivos agrícolas são a ferramenta mais utilizada pelosagricultores para o controle das pragas , em função da disponibilidade e eficiência dos mesmos , contudo , não devem ser considerados como único recurso, mas sim como um componente de um conjunto de medidas de controle de pragas.
É possível encontrar em determinada região ou determinado ano agrícola, a presença de espécies de pragas que têm a capacidade de reduzir o número ideal de plantas, seja pordanificar e matar a semente logo após o plantio, ou a plântula antes ou após a emergência. Em função da espécies de insetos e da época de ataque pode não ocorrer a morte da planta, e sim uma redução parcial de sua capacidade de produção. No entanto, como pode haver ataques por mais de uma espécie, o somatório das perdas pode atingir valores significativos, a ponto de comprometer a rentabilidadedo agronegócio. O manejo de pragas tem sido considerado como fator fundamental para reduzir as perdas ocasionadas pelas pragas levando em consideração além dos aspectos econômicos, também os aspectos ambientais, notadamente quando ainda se considera a utilização de um inseticida químico como parte das táticas do manejo.

Objetivo:

Boletim soja
Área: 800ha
Cultivar P98Y11 variedade daPioneer, caracterizada por alto peso médio de grãos e alta produtividade, recomendada para solos com média e alta fertilidade e com ciclo de 118 a 124 dias na região
Data de plantio:27/10/2010
Qual a propriedade:

Insetos-chave da cultura da soja
Lagartas: Broca-das-axilas (Epinotia aporema); Lagarta-das-folhas (Anticarsia gemmatalis, Pseudoplusia includens, Rachiplusia nu, Urbanus proteus,...
tracking img