Metodos de controle microbiano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3152 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTROLE DE CRESCIMENTO MICROBIANO

1. INTRODUÇÃO
O controle científico do crescimento microbiano começou somente há cerca de 100 anos; Pasteur levou os cientistas a acreditarem que microrganismos eram a causa possível de doenças.

Na metade do século XIX iniciaram as primeiras práticas de controle microbiano em procedimentos médicos – lavagem das mãos e técnicas cirúrgicas assépticas. 2. PRINCÍPIOS DO CONTROLE MICROBIANO
ESTERILIZAÇÃO – destruição de todas as formas de vida microbiana, incluindo endosporos (formas de vida mais resistentes). ESTERILIZAÇÃO COMERCIAL – uso do calor para matar os microrganismos patogênicos sem necessariamente degradar os produtos (alimentos). DESINFECÇÃO – destruição dos patógenos vegetativos (não formadores de endosporos), o que não é igual aesterilidade completa – superfícies e substância inerte. ANTI-SEPSIA – tem a mesma definição da desinfecção, porém é dirigido ao tecido vivo.

2. PRINCÍPIOS DO CONTROLE MICROBIANO
DEGERMINAÇÃO – remoção mecânica, em vez de morte da maioria dos micróbios, em uma área limitada;

SANITIZAÇÃO – prática destinada a reduzir as contagens microbianas a níveis seguros de saúde pública, e minimizar aschances de transmissão de doença de um usuário para outro.

2. PRÍNCÍPIOS DO CONTROLE MICROBIANO
Os nomes dos tratamentos que causam a morte direta dos micróbios possuem o sufixo –cida (significa morte): GERMICIDA – mata todos os microrganismos FUNGICIDA – mata os fungos BACTERICIDA – mata as bactérias VIRICIDA – inativa os vírus E assim por diante...

2. PRÍNCÍPIOS DO CONTROLE MICROBIANOOutros tratamentos inibem o crescimento e multiplicação dos microrganismos – seu nome tem o sufixo –stático ou –stase (significa parar). BACTERIOSTÁTICO – inibe o desenvolvimento bacteriano, porém uma vez que o agente é removido, o crescimento pode ser retomado.

3. TAXA DE MORTE MICROBIANA
Quando as populações microbianas são aquecidas ou tratadas com substâncias químicas elas normalmentemorrem em uma taxa constante... Se uma população de 1 milhão de células bacterianas é tratada por 1 minuto e 90% da população morre, temos então 100.000 células...se novo tratamento é realizado por mais 1 minuto, 90% dos sobreviventes anteriores morrem, isto é sobra apenas 10.000 células vivas...e assim por diante. Se a curva de mortalidade é plotada logaritmicamente, observa que a taxa de morte éconstante.

3. TAXA DE MORTE MICROBIANA
FATORES QUE INFLUENCIAM A EFETIVIDADE DOS TRATAMENTOS ANTIMICROBIANOS: Nº DE MICRÓBIOS – quanto mais micróbios existem no início, mais tempo leva para eliminar a maior parte da população CARACTERÍSTICAS MICROBIANAS – os endósporos são difíceis de eliminar, e mesmo os micróbios em forma vegetativa exibem uma variação considerável em sua sensibilidade aosmétodos de controle INFLUÊNCIAS AMBIENTAIS – a presença de matéria orgânica (sangue, saliva, fezes) inibe a ação dos antimicrobianos químicos; meio em suspensão (com gorduras e proteínas) tende a proteger as bactérias; pH é fator importante, pois o calor é mais eficiente em pH ácido TEMPO DE EXPOSIÇÃO – tratamentos de calor e radiação são muito dependentes do tempo; os agentes químicos necessitam deação prolongada para que os endósporos sejam afetados

4. AÇÕES DOS AGENTES DE CONTROLE MICROBIANO
ALTERAÇÃO DA PERMEABILIDADE DE MEMBRANA A membrana plasmática é alvo de muitos agentes de controle microbiano; Esta membrana regula ativamente a passagem de nutrientes para dentro da célula e a eliminação de dejetos da mesma; A lesão dos liídeos ou proteínas da membrana por agentes antimicrobianoscausa o vazamento do conteúdo celular e intefere com o crescimento da célula.

4. AÇÕES DOS AGENTES DE CONTROLE MICROBIANO
DANO ÀS PROTEÍNAS E AOS ÁCIDOS NUCLÉICOS As pontes de hidrogênio (responsáveis pelas ligações químicas que mantém a estrutura tridimensionsal das moléculas protéicas) são suscetíveis ao rompimento pela ação do calor ou certos agentes químicos; Os ácidos nucléicos (DNA e...
tracking img