Preconceito linguistico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (843 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de Língua Portuguesa III – Professora Ariadne Jacques. As pessoas sem instrução falam tudo errado. Mito n° 4.
A língua portuguesa é um traço cultural comum a todos que falam, sejabrasileiro, português ou componente de outras nações que tem esta língua como idioma oficial, é flexível, que tem se moldado junto com seus falantes. Variações que estão associadas a fatores sociais,estariase regionais.Entretanto existem nessa língua inúmeras variações que muitas vezes é vista de forma preconceituosa por muitas pessoas, que é chamado de preconceito lingüístico. O autor demonstra queexiste um grande preconceito ainda com relação à língua portuguesa e aqueles que a falam, principalmente por parte de gramáticos tradicionais. Coloca por tópicos alguns mitos que se formam e ganham poderdiante da maioria das pessoas, dentre os quais está o mito de que “as pessoas sem instrução falam tudo errado”. O mito em questão traz uma análise irreal da linguagem que é falada por a maioria dosbrasileiros, e isso mais uma vez não passa de um preconceito lingüístico. O problema do preconceito disseminado na sociedade em relação às falas dialetais deve ser enfrentado, na escola, como parte doobjetivo educacional mais amplo de educação para o respeito à diferença [...] a escola precisa livrar-se de alguns mitos: o de que existe uma única forma “certa” de falar – a que se parece com aescrita – e o de que a escrita é o espelho da fala [...]. Essas duas crenças produziram uma prática de mutilação cultural que, além de desvalorizar a forma de falar do aluno, tratando sua comunidade comose fosse formada por incapazes, denota desconhecimento de que a escrita de uma língua não corresponde inteiramente a nenhum de seus dialetos por mais prestígio que um deles tenha em um dado momentohistórico (BRASIL, 1999).Bagno afirma que o preconceito lingüístico baseia-se na crença de que temos uma única língua portuguesa. Qualquer forma de se expressar diferente da escola, gramática ou...
tracking img