lubrificantes

  • Escola: CEDTEC
  • Título do Curso: MECANICA
  • Semestre: fall
  • Ano: 2015






ESCOLA TÉCNICA CEDTEC












NOME: PH
CURSO: TÉCNICO EM MECÂNICA
TEMA: LUBRIFICANTES
DISCIPLINA: LUBRIFICAÇÃO I
DATA: 04 DE MAIO DE 2.015



Lubrificantes

Para conservar a forma geométrica dos elementos de maquinas, isto é, para evitar o desgaste das superfícies de parceiros de contato, elementos de maquinas de contatos tribológicos devem ser eficientemente separados através delubrificantes, quer dizer, deve-se evitar o contato metal-metal durante o movimento de rolagem ou deslizamento. Isso pode ser feito através de um filme compacto de graxa ou óleo com capacidade de suportar carga (lubrificação hidrodinâmica) ou através de um revestimento superficial (lubrificação com lubrificantes sólidos) nos componentes de maquinas com contatos tribológicos.
Devido a altas exigênciasreferentes a comportamento em altas pressões, efeito anti- desgaste, proteção contra corrosão e estabilidade à oxidação, todos os óleos e graxas de alta performance contem uma serie de aditivos. Para a melhora do comportamento em altas pressões e do comportamento antidesgaste, são usados aditivos solúveis em óleo e de atuação química.
Aditivos de atuação química que se encontra em certa porcentagemem óleos e graxas, reagem quimicamente com o ferro do aço no contato tribológico, quando são geradas, durante o contato de atrito, temperaturas suficientemente altas para que isso ocorra. Em uma determinada temperatura, aditivos químicos reagem com a superfície metálica e forma uma camada corrosiva de grande aderência, resistente a altas cargas e muito resistente ao desgaste.
Atenção: Devido aoconsumo dos aditivos químicos por reação, os lubrificantes empobrecem, com o tempo, no teor de aditivos.
Ao contrário dos produtos com meio viscoso e consistente como óleos ou graxas, existe a possibilidade da separação das superfícies através de lubrificantes secos. Para a lubrificação a seco é aplicado, antes da partida nos contatos de atrito, um AF-Coating ( Anti-Friction-Coating) sobre assuperfícies de contato. Em geral estes vernizes são mais usados para movimentos lentos, intermitentes e altas cargas.

Definição

A maioria dos lubrificantes comercializada hoje ainda é a base de óleos minerais, devido ao seu baixo custo de aquisição, porém com a crescente demanda da exigência de preservar o meio ambiente os produtos biodegradáveis ganham cada vez mais importância. Também no ambientede fábricas alimentícias, farmacêuticas e cosméticas, os lubrificantes sintéticos, principalmente a base de PAO (PoliAlfaOleofina) ou óleos minerais brancos, são cada vez mais usados. Todos estes produtos enquadram-se nas exigências dos órgãos publicas sanitárias, tais como NSF, DIPOA, etc. e são formulados com aditivos e óleos básicos menos nocivos ao ser humano ou animal.

Tipos de lubrificantesPara a lubrificação de qualquer elemento de maquina precisamos em primeiro lugar definir quais tipos de lubrificantes vamos aplicar.
Por exemplo um parafuso pode ser lubrificado com diversos produtos como por exemplo com óleo, graxa, pasta de montagem com lubrificantes sólidos ou com lubrificante seco ( verniz). Para facilitar a escolha mais adequada precisamos sempre saber em primeiro lugar,qual vai ser o ambiente aonde este parafuso vai ser montado. Por exemplo, se este parafuso é usado numa montagem de caldeira aonde temos altas temperaturas, um óleo mineral ou sintético jamais vai trazer resultados esperados devido as altas temperaturas do ambiente. Futuramente, na hora da desmontagem, na maioria dos casos, praticamente vai ser impossível de soltar o parafuso sem quebra-lo. Nestecaso o tipo de lubrificante mais adequado seria uma pasta de montagem com lubrificantes sólidos ou um verniz lubrificante. O óleo da pasta evapora com as temperaturas elevadas e o lubrificante seco garante um filme de separação dos flancos de roscas evitando assim a soldagem.

No mercado, quais os tipos?

De modo geral podemos escolher entre 4 tipos de lubrificantes:

- lubrificantes oleosos,...
tracking img