Lixo hospitalar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1185 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Há varias formas de se classificar o lixo.
Dentre elas encontramos o lixo seco, molhado, orgânico, inorgânico, domiciliar, comercial, publico, agrícola, especial, industrial, dos serviços de saúde, hospitalar, infectantes ou lixo séptico, comuns, radioativos.
Cada um deles tem seu descarte apropriado para que não contamine o meio ambiente e nem cause danos àsaúde do homem.


Lixo Hospitalar
Nos hospitais existem vários lugares de descarte dos materiais utilizados, e para cada um deles uma classificação e um destino final diferente.
Divididos em grupos (de A à F) o lixo hospitalar é um dos lixos de risco a humanidade.

Grupo A – (risco biológico)
Componentes com possível presença de agentes biológicos queapresentam maior risco de infecção.
Exemplos: placas e lâminas de laboratório, peças anatômicas tecidos, bolsas transfusionais contendo sangue, entre outros. Deve ser acondicionado em saco plástico branco leitoso, resistente, impermeável.
São identificados pelo símbolo de substância infectante.
Destino final: INCINERADOS.  

Grupo B - (Risco químico)
Componente com substânciasquímicas que podem apresentar risco à saúde pública ou ao meio ambiente, apresentando características de inflamabilidade, corrosividade, reatividade e toxicidade.
Exemplos: medicamentos apreendidos, reagentes de laboratório, resíduos contendo metais pesados, dentre outros. Devem ser acondicionados com sua embalagem original, dentro de recipiente inquebrável ,envolvido por um saco.São identificados através do símbolo de risco associado e com discriminação de substância química.
Destino final: DEVOLVIDO AO FABRICANTE.

Grupo C - (Rejeitos radioativos)
Qualquer material resultante de atividades humanas que contenham radionuclídeos em quantidades superiores aos limites especificados das normas da Comissão Nacional de Energia Nuclear – CNEN.
Exemplo: serviços demedicina nuclear e radioterapia. Deverão ser acondicionados em recipientes blindados.
São identificados pelo símbolo internacional de presença de radiação ionizante, com a presença da expressão MATERIAL RADIOATIVO.
Destino final: DEVERÃO IR PARA RECIVE OU SALVADOR.


Grupo D - (Resíduo comum)
Não apresentam risco biológico, químico ou radiológico à saúde ou ao meio ambiente,podendo ser equiparados aos resíduos domiciliares.
Exemplo: sobras de alimentos e do preparo de alimentos, resíduos das áreas administrativas. Estes podem ser destinados à reciclagem ou à reutilização.
Quando adotada a reciclagem, sua identificação deve ser feita nos recipientes e nos abrigos de guarda de recipientes, usando código de cores e suas correspondentes nomeações.
Destinofinal: RECICLADO, REUTILIZADO OU ATERRADO.

Grupo E -(Perfurocortante)
Exemplo: lâminas de barbear, agulhas, ampolas de vidro, pontas diamantadas, lâminas de bisturi, lancetas, espátulas e outros similares. Devem ser acondicionados em recipientes rígidos preenchidos somente ate 2/3 de sua capacidade.
São identificados pelo símbolo de substância infectante, com a expressão RESÍDUOPERFUROCORTANTE, indicando o risco que apresenta o resíduo.
Destino final: INCINERADOS.

OUTRAS DEFINIÇÕES DE LIXO:

O LIXO SECO
É composto pelos papéis, plásticos, metais, couros tratados, tecidos, vidros, madeiras, isopor, parafina, cerâmicas, porcelanas, espumas, cortiças e etc.
LIXO MOLHADO
É aqueles formado por resíduos de comida, alimentos estragados, cascas e bagaços de vegetais, etc.
OLIXO ORGÂNICO
É composto por toda matéria orgânica descartada, como os restos de alimentos, borra de café, folhas e galhos de árvores, pelos de animais, cabelo humano, papel, madeira, tecidos, etc.
O LIXO INORGÂNICO
É composto por matéria inorgânica como os metais e os materiais sintéticos, por exemplo.
Uma classificação mais detalhada do lixo pode ser feita quanto à sua tipologia, suas...
tracking img