Infancia e juventude

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1243 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de Direto da Infância e da Juventude.

Título: O Paralelo entre os direitos fundamentais da criança e do adolescente em relação à música Cidadão de Zé Geraldo.



A Música trata inicialmente da desigualdade social. Onde o cidadão de uma classe bem inferior serve apenas para serviço de força bruta, mas de nada desfruta. O mesmo homem que todos os dias estava na obra, fazendo seuserviço, ao ficar pronto a obra não pode ter acesso, nem tampouco seus familiares. O homem sai da sua terra, traz sua família na esperança de uma vida melhor, de mais qualidade, mas a triste realidade da desigualdade é tão gritante que o mesmo se sente triste, deslocado e até mesmo injustiçado. No momento que ele está a trabalhar no local, ele é bem vindo, mas depois é totalmente “desnecessário”. Éna Igreja que o mesmo encontra abrigo, pois a igreja é desprovida de ascensão social. Lá o mesmo é bem vindo independente de sua classe, e lá também que recebe um alento de Deus, onde o mesmo lhe mostra que até mesmo ele, não é bem vindo em todas as casa, onde a soberba do homem predomina e o mesmo não se curva a nada ou ninguém, usa as pessoas, assim como usa as coisas.

Podemos ver através damúsica uma disparidade social que existe no nosso país. Ainda que a nossa constituição garanta que todos são iguais perante a lei. O art 5º da Constituição Federal diz que todos são iguais perante a lei sem distinção de qualquer natureza. Mas na prática essa realidade é bem diferente, não é apenas em locais de luxo que esse pobre cidadão é descriminado, mas até mesmo perante a lei, queinfelizmente em muitos casos não faz o que prega, é constante as impunidades dos ricos, e o aprisionamento quase que imediato que os pobres sofrem, quando cometem crimes da mesma natureza.

Peguemos a música em questão e tracemos um paralelo com os direitos fundamentais da criança e do adolescente. Sabemos que a lei prevê em seu artigo 227 da Constituição Federal que diz: "É dever da família, da sociedadee do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão." Mas em um país onde os serviçosdisponibilizados pelo governo são de péssima qualidade, e onde esses mesmos serviços na rede privada é de altíssimo custo, será mesmo que todas as crianças e adolescentes estão assistidas da mesma forma? Eu acredito que não. Não apenas por não poderem desfrutar do luxo e da sofisticação que muitas vezes seus pais com seus braços de “piões de obra” ergueram, mas porque a falta

de qualidade navida no geral, leva essa criança e adolescente, levarem elas a serem vistas muita vezes de forma marginal.

Os diretos: o artigo não fala em necessidades, fala em direitos. A criança e o adolescente não podem mais ser vistos como portadores de necessidades, como carentes, mas como sujeitos de direitos exigíveis com base na lei. A cidadania é o direito de ter direitos. Enfatize-se que os deverescabem aos adultos. Cabe aos pais e familiares, punirem por essas crianças e adolescentes, mas como um pai e uma mãe, um familiar em geral, pode oferecer, ou ate mesmo ajudar essa criança e adolescente a ter seus diretos atendimentos se muitas vezes esses adultos não tem acesso a quase nada, ou não sabe sequer onde buscar. Parte da suposto que como trata a música, o mundo é injusto, e trata de criaros filhos da forma que dá. Não corre atrás de seus direitos porque já não acredita mais na justiça, se nem um prédio que ele construiu ele pode freqüentar, como acreditar que vai poder proporcionar a essa criança e adolescente que ela terá todos esses “benefícios” que vemos no atr 277 da constituição.

Lei Nº. 8.069, de 13 de Junho de 1990. Art. 1º Esta Lei dispõe sobre a proteção integral à...
tracking img