Literatura infantil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ
CAMPUS DE CAMPO MOURÃO – FECILCAM

CURSO: PEDAGOGIA – 2º ANO


DOCENTE: CAROLINE FUSO.













“FERNANDO DE AZEVEDO (1894 – 1974)”.









ACADÊMICOS (AS):
AMANDA EMANUELI
BRUNA ALVES
DAYANA BARRETOJANISLEY FONTINI RAZERA
JÉSSICA INÁCIA CAMPOS
MARINA SCHEN LIMA
RAFAELA SANTOS








CAMPO MOURÃO
2012

1 - INTRODUÇÃO

O objetivo do presente trabalho é mostrar a grande importância que teve para a educação brasileira, a contribuição doeducador, sociólogo, ensaísta, e advogado Fernando de Azevedo, com suas obras e suas lutas referentes à melhorias e reformas no sistema de ensino.
Nos transcritos abaixo, abordaremos também, a grande influência deste intelectual, que foi Fernando de Azevedo, para o manifesto dos pioneiros da Educação Nova no Brasil. Onde lutava-se por uma educação pública e total, comum à todos, laica e crítica.Descreveremos também, algumas das obras mais importantes de Fernando de Azevedo, tendo como principal intuito, transmitir o que almejava este intelectual ao redigi-las, ao criticar a educação da época e ao propor uma reforma no sistema educacional do país.


2 – BIOGRAFIA DE FERNANDO DE AZEVEDO


Após levantamento bibliográfico e pesquisa em grandes sites como o HISTEDBR da Universidadede Campinas, foram selecionadas as seguintes informações sobre a biografia do intelectual Fernando de Azevedo.
No ano de 1894, nascia em São Gonçalo do Sapucaí, Minas Gerais, um dos pioneiros da Educação Nova, Fernando de Azevedo.
No site Brasil Escola, encontramos um artigo relatando que além de servidor público, professor de latim e psicologia, ensaísta e sociólogo, Azevedo foi tambémadvogado, formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, que hoje é parte integrante da USP (Universidade de São Paulo).
Azevedo mesmo atuando como professor em São Paulo, realizava alguns trabalhos como redator e crítico literário do Jornal “O Estado de São Paulo”. Seu alvo de crítica principal era a educação brasileira.
No ano de 1933, começaram a ser concretizadas asreformas no ensino, no Estado de São Paulo, com a implantação do Código de Educação, quando Azevedo assumiu a direção geral da Instrução Pública no Estado.
Azevedo criou ainda a BPB – Biblioteca Pedagógica Brasileira, que tinha como principal objetivo, a publicação de textos de iniciação científica e criou também, a Brasiliana, que foi a primeira coleção de estudos brasileiros. Participouainda, da criação da USP, no ano de 1934. Assumindo em 1942, a cadeira de diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP.
Em 1947, Azevedo veio a ocupar o cargo de Secretário da Educação e Saúde do Estado de São Paulo e em 1961, o cargo de Secretário da Educação e Cultura, no governo de Prestes Maia, vindo a falecer em São Paulo, no ano de 1974.

3 - CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃOTendo em vista os problemas que a educação brasileira vinha sofrendo entre a década de 20 e 40 do século XX, Fernando de Azevedo apoiava e lutava pelo movimento de renovação educacional. Conforme o próprio Azevedo (1949, p. 17):


As razões da reação que tem despertado essa política de renovação escolar, e sem a qual não se teria acelerado a marcha do seu desenvolvimento,encontram-se, em ultima análise, no conflito irredutível de duas mentalidades ou de duas civilizações que se chocam, por toda parte, com mais ou menos violência, trazendo, nos seus fluxos e refluxos, as crises periódicas e dramáticas em que se debate o mundo, a procura de novas formas de vida e equilíbrio.




Esse ainda é um problema que passamos nos dias atuais, que deve ser enfrentado com...
tracking img