Leitura e os sentidos do texto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2265 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera - Uniderp
Centro de Educação a Distância


Disciplina: Leitura e Produção de Texto
Profª Ma. Adriana Amaral Flores Sales
Profª Ma Rosimeire Farias


LEITURA E OS SENTIDOS DO TEXTO




Ana Paula Cortez Cavenaghi RA 297959
Celia Sequinato BordottiRA 286069
Fernanda Indalecio RA 300304
Josiane Aparecida Lanzoni Girardi RA 300257
Thais Camila Ferreira RA 289444


Universidade AnhangueraUniderp - Portal
Concepção de Leitura

Podemos afirmar que a leitura, tem um importante papel em nossas vidas. É dela que tiramos nossos conhecimentos de novas culturas e saberes, com um papel importante na formação de novos leitores. Ela é entendida como uma captação de idéias do autor, sem levar em conta as experiências e o conhecimento do leitor e sua capacidade de entender o texto escrito.
Naconcepção de leitura o pensamento do sujeito é individual, dono de suas vontades edições lógicas, onde o leitor realiza sua compreensão e interpretação do texto a partir de informações, entendendo letra por letra, e palavra por palavra.
Para a construção de um texto é necessária a junção de vários fatores que dizem respeito tantos aos aspectos formais tanto nas relações sintáticossemânticas, quanto as relações entre o texto e os elementos que circulam: falante, ouvinte, situação (pragmática). Um texto bem elaborado é fácil sua interpretação. Sua textualidade é um conjunto de característica que fazem parte de um texto.
Para termos um texto bem construído precisamos dos seguintes Fatores Lingüísticos: Coerência, Coesão e Intertextualidade.
Coerência – É responsável pelo sentido dotexto envolvendo fatores lógicos semânticos e cognitivos que a interpretabilidade do texto depende do conhecimento partilhado entre os interlocutores. O texto é coerente quando ele é compatível ao mundo de seu receptor, ele não existe em si mesmo, mas em sua coerência, ele constrói uma relação emissor- receptor - mundo.
Coesão – Trata basicamente das articulações gramaticais existentes entre aspalavras, as orações e frases para garantir uma boa seqüenciação de eventos, possuindo dois elementos:
Coesão Referencial – Quando um texto é interpretado semanticamente, exige a consideração do outro que pode aparecer depois ou antes do primeiro. A retomada de um elemento coesivo chama-se referente, cuja sua interpretação referente chama se forma remissiva. Varias categorias diferentes podemservir de formas remissivas: pronomes possessivos, pronomes relativos, advérbios, nome ou grupos nominais.
Coesão Sequencial - Conjuntos lingüísticos que se relacionam estabelecendo relações semânticas ou pragmáticas à medida que faz o texto progredir.
Coesão Textual – Um texto, oral ou escrito estar longe de ser um conjunto aleatório de elementos isolados, mas deve apresentar uma idealidadesemântica, em que os componentes estabelecem relações de significação. O processo de coesão textual semânticos ocorre quando a interpretação de um elemento no discurso depende dos componentes léxico-gramatical. Podemos dizer que há cinco diferentes mecanismos de coesão. São eles:
Referência - Elementos referenciais, que não pode ser interpretados por si próprios, mas tem que se relacionar comelementos no discurso para serem compreendidos.
Substituição – Colocação de um item no lugar de outro no texto, seja este outra palavra, seja uma oração inteira.
Elipse – Omissão de item, de uma palavra ou uma frase.
Conjunção – Este tipo de coesão permite estabelecer relações significativas entre elementos e palavras do texto.
Coesão Lexical – Obtida através de dois mecanismos: repetição de...
tracking img