John maynard keynes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1495 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Contexto histórico:
John Maynard Keynes, filho de intelectuais britânicos, nasceu em 5 de julho de 1883 na cidade de Cambridge, Inglaterra e virou um dos pensadores econômicos mais influentes deste século. Keynes estudou no Colégio Eton, onde se destacou em matemática e ao fazer 19 anos, entrou para a universidade de Cambridge, onde teve aula com o economista Alfred Marshall.
Em 1906, aoterminar os estudos, tornou-se funcionário público do Ministério dos negócios das Índias, entretanto, insatisfeito com o cargo, volto para Inglaterra dois anos depois. Em 1908, Keynes passou a lecionar economia na Universidade de Cambridge, ocupando esse cargo até 1915. Após sair da universidade, ingressou na carreia política, trabalhando no Tesouro Britânico, contudo, ao chefiar a delegaçãobritânica na Conferencia da Paz, me Paris, não se sentiu confortável o com as condições impostas à Alemanha após a Primeira Guerra Mundial e deixou o cargo. E em 1919 publicou seu primeiro livro: As Consequências Econômicas da Paz.
Nos anos seguintes, Keynes continuou afastado dos cargos oficiais e sua insatisfação com a política econômica e encaminhamentos proposto pela Economia Clássica só foiaumentando. Em 1936 foi lançado seu principal trabalho A Teoria Geral do Emprego, do Juro e do Dinheiro, um dos livros mais importantes do qualquer curso de economia. Neste livro, o autor aponta o caráter instável do sistema capitalista, além de defender a política econômica de Estado intervencionista. Durante a Segunda Guerra Mundial, Kaynes retornou ao Tesouro Britânico e em 1944 representou a Inglaterrana Conferencia de Bretton Woods, conferência da qual se originou o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial. Ele faleceu em 21 de abril de 1946 devido a problemas cardíacos. Kaynes viveu em um período de decaída econômica. O capitalismo multipolar das nações Inglaterra, França, EUA, Japão e Alemanha, forte produtores de bens industrializados, estava desestabilizado. Os preços dosprodutos industrializados estavam em baixa, o que resultou na saturação dos mercados internacionais, incapazes de consumir toda a produção dos países industrializados. Esta primeira grande crise do capitalismo acaba desencadeando a Primeira Guerra Mundial e Revolução Comunista na Rússia, surgindo à organização sócio-produtiva, que não se baseava na propriedade privada, mas na propriedade estatal dosmeios de produção. Apesar disso, na América era vista certa prosperidade, já que era ela que abastecia o mercado Europeu durante e após a Primeira Guerra Mundial. A maioria da sua população
estava empregada e vivia bem. Segundo Heilbroner (1959) por volta de 1920, o meio mais prospero de enriquecer era aplicar o dinheiro em ações das empresas que exportavam para a Europa. Contudo, com areconstrução do Velho Continente, estas empresas tiveram uma queda drástica em suas exportações e aumento dos estoques. Assim, o valor das ações das indústrias caíram e os investidores quiseram vende-las, porem não havia ninguém para compra-las. Além disso, nenhum empresário tinha interesse em investir em empresar com baixo valor de ações, o que resultou na falência de várias indústrias e empresários.Grande parte da população perdeu seu emprego e muitas pessoas passaram fome. Esta crise, chamada de A Grande Depressão afetou todo o mundo econômico e neste contexto, Keynes escreveu seu livro mais importante, A Teoria Geral do Emprego, do Juro e do Dinheiro, no qual discorda das teorias clássicas que tendem para o equilíbrio e o pleno emprego, isto é, que a “mão invisível” do mercado não promove oequilíbrio entre o bem-estar global e os agentes econômicos. Ademais, acreditava que se os governos não fizessem cálculos para estimar a economia e o crescimento, o desemprego poderia perdurar, defendendo a intervenção indireta do estado na economia.
2. Keynes e os economistas “clássicos”:
Segundo Keynes (1970) a nomenclatura “economistas clássicos” foi inventada por Marx para intitular...
tracking img