Interfaces digitais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1052 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MAXWELL

CURSO TÉCNICO DE REDES DE COMPUTADORES



Interfaces Digitais


Cristiano G. Borges




Edoardo Ulysses Fontoura Krause Junior



REDES DE COMPUTADORES







Porto Alegre
2011

SUMÁRIO
P.
1 – V.35 | 3 |
2 – RS-485 | 4 |
3 – X. 21 | 5 |
3 - HSSI | 6 |
4 - RS-422/EIA-422 |7 |
| |
| |
| |
| |
| |
| |
| |
| |
| |
| |
| |
| |
| |

V.35
O V.35 é um padrão internacional para transmissão de dados. A designação oficial é "Transmissão de Dados em 48 Kbps Utilizando Circuitos Group Band de 60-108 KHz." Ele é comumente usado para DTE's e DCE's que fazem a interface com uma portadora digital dealta velocidade, tal como AT&T Dataphone Digital Service (DDS). Preferencialmente esta transmissão deverá ser no modo síncrono, operando em modo full-duplex e utilizando modulação em amplitude.
Características físicas
* O conector de interface está de acordo com a ISO 2593 [11]. Um conector fêmea de 34 pinos é usado no DCE.
Características elétricas
As características elétricas estão deacordo com o apresenta-se a seguir um resumo dos níveis de sinal e impedâncias:
* A Impedância de entrada para o equipamento ligado à interface deverá ser
100Ω±10Ω.
* A impedância da fonte deverá estar na gama de 50Ω a 150Ω.
* A resistência entre terminais em curto-circuito e circuito102 (Ver Rec. V.24[3]) deverá ser 150Ω±15Ω.
* Um curto-circuito entre qualquer circuito nãodeverá danificar nem o DCE nem o DTE.

RS-485

* Desenvolvido pela EIA (Electronics Industry Association).

* Estabeleceram os padrões de comunicação serial: RS-232, RS-422 e RS-485.

* ”RS” significa Recommended Standard. Podemos ainda associá-los ao EIA-232, EIA-422 e EIA-485.

Características

* Utilização de um par de fios.
* Modo Half-duplex, mas podendo operarem Full-duplex.
* Comunicação de forma diferencial.
* 32 terminais remotos de comunicação por nós da rede.
* Distância de até 1200 m.
* Taxas de comunicação de até 10mbps quando instalado a curta distância (12m) entre os terminais remotos.
* Taxas de comunicação de até 100kbps quando instalado a 1200m entre os terminais remotos.

Aplicações Típicas

* Um único PC comomestre da rede.
* Utilização de um único cabo de rede.
* Os terminais remotos da rede são tratados por endereçamento.

Características elétricas do Padrão RS-485

Comunicação em modo diferencial com tensão de 5 v quando medido em relação ao terra do circuito. Grande imunidade a IEM (Interferência Eletro-Magnéticas) devido ao modo diferencial de comunicação. Utilização obrigatória deresistores de Pull-Up e Pull-Down na linha principal e resistores de terminação da rede para casamento de impedância.

Vantagens do Padrão RS-485

Redes locais baratas quando comparadas a outras como:

* FieldBus, Ethernet e etc.
* Flexibilidade de configuração.
* O usuário define, projeta e testa o seu próprio protocolo de comunicação sem a necessidade de pagar royalties defabricantes.
* Existe também a possibilidade usar protocolos abertos, bem definidos e testados.
* Pode migrar de um padrão para outro sem perder suas características de pulsos.

X. 21
X. 21 (por vezes referido como X21) é uma especificação de interface para comunicações diferencial introduzido em meados dos anos 1970 pelo ITU-T. X. 21 foram introduzidos pela primeira vez como um meio parafornecer uma interface digital de sinalização para telecomunicações entre as transportadoras e equipamentos dos clientes. Isso inclui especificações para DTE / DCE elementos de interface física, alinhamento de controle de chamadas personagens e verificação de erros, os elementos da fase de controle de chamada para comutação de circuitos serviços e loops de teste.
X. 21 quando é usado com V.11, que...
tracking img