Infancia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2925 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Da Antiguidade à Idade Média não existia esse objeto discursivo que atualmente chamamos de infância. Naquela época, as crianças eram vistas como adultos em miniatura e tinham as mesmas obrigações deles. Dessa forma, não existia a separação entre o mundo infantil e o mundo dos adultos.
Na sociedade medieval o sentimento da infância não existia – o que não quer dizer que as crianças fossemnegligenciadas, abandonadas ou desprezadas. O sentimento da infância não significa o mesmo que afeição pelas crianças: corresponde à consciência da particularidade infantil, essa particularidade que distingue essencialmente a criança do adulto, mesmo jovem. Essa consciência não existia. Por essa razão, assim que a criança tinha condições de viver sem a solicitude constante de sua mãe ou de sua ama,ela ingressava na sociedade dos adultos e não se distinguia mais destes.
Assim, as crianças e os adultos viviam suas vidas misturadas, tendo as mesmas preocupações e deveres.
Na Modernidade que surge a preocupação, por partes dos adultos, em educar, cuidar e proteger as crianças, separando-as efetivamente dos adultos. Nesse momento que a instituição escolar e os responsáveis legais pelascrianças passam a ter um importante papel na formação das mesmas.
Se, antes disso, a criança era percebida somente como um ser biológico, sem status próprio, na contemporaneidade ela novamente vive seu dia-a-dia de uma forma muito parecida ao estilo de vida dos adultos. Isso ocorre por vários motivos como agendas lotadas de compromissos diários, trabalho infantil, erotização precoce, acessoindiscriminado aos meios de comunicação
Outra questão primordial quando pensamos na infância de hoje é a importância de levarmos em consideração a existência de diferentes infâncias. De acordo com Leni Dornelles as diferentes infâncias “continuam nos assustando, escapando de nossas redes, desconfiando de nossos saberes e poderes”.
Dessa forma, na contemporaneidade, a fronteira entre o mundo adulto einfantil dissolve-se e as crianças levam suas vidas misturadas à vida dos adultos. Tendo em vista que, muitas delas vivem como mini executivas tendo vários compromissos diários ou ainda têm a sua imagem erotizada nos comerciais para vender determinados produtos. Por último, muitas delas são obrigadas a ajudar no sustento da família vendendo balas, pedindo dinheiro nos semáforos.
Outra questãoprimordial que tem um papel importante na constituição da infância é o acesso indiscriminado que as crianças têm aos programas televisivos direcionados aos adultos. Esse fato se dá por diferentes questões: esse é o único momento que elas têm a possibilidade de ficarem junto com os pais, os programas destinados para a sua faixa etária são veiculados em horários em que elas estão na escola ou aindapelo fato de terem livre arbítrio sobre o que querem assistir. As crianças assistirem juntos a mesma programação a televisão acaba com a base da hierarquia das informações, a imagem da TV está disponível para todos, independente da idade” Devido a essa acessibilidade universal é que a televisão:
Um dos conflitos existentes nos dias atuais, é que cada vez se torna mais difícil demarcar as fronteirasentre o mundo infantil e o mundo adulto, tendo em vista os processos de adultificação e de infantilização acionados na contemporaneidade.
O primeiro (adultificação) refere-se ao fato de as crianças estarem, de diferentes formas, expostas ao mundo adulto (erotização infantil, universalização da mídia, diferentes compromissos, consumismo). Já a infantilização diz respeito a um movimentocontrário, de adultos que tem atitudes e comportamentos de pessoas mais jovens, seja por seu comportamento em relação a sua imagem, tais como plásticas, regimes, ingestão de moderadores de apetite, horas na academia para manter o corpo jovem, ou por suas vestimentas com estampas coloridas e divertidas, notando-se dessa forma uma busca constante pela juventude. Sobre as vestimentas de adultos e de...
tracking img