Indisciplina na escola ontem e hoje

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 55 (13669 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
 
|  REFLEXÕES SOBRE A INDISCIPLINA NA ESCOLARita Melissa Lepre |
Resumo: Este artigo tem como objetivo principal propiciar a reflexão dos educadores sobre a indisciplina na escola. Para tanto, apresenta diferentes conceituações de indisciplina e apresenta os estudos de autores como LaTaille (1998), Sucupira (1986), Freud e Foucault sobre o tema. Por fim, propõe que a melhor forma de seenfrentar a indisciplina na escola é refletir sobre ela e tentar entender o que, afinal, ela representa.
Palavras-chave: Escola, Indisciplina, Normas, Regras.
A indisciplina permanece sendo, atualmente, um dos maiores problemas pedagógicos enfrentados pelos professores na escola. Como afirma Aquino (1996), “Há muito os distúrbios disciplinares deixaram de ser um evento esporádico e particular nocotidiano das escolas brasileiras, para se tornarem, talvez, um dos maiores obstáculos pedagógicos dos dias atuais” (p.09). Para Parrat-Dayan (2008), “os problemas de indisciplina manifestam-se com freqüência na escola, sendo um dos maiores obstáculos pedagógicos do nosso tempo.” (p.07).
Dentre as queixas mais freqüentes, feitas por professores, e a ponto de ocupar um lugar de destaque, está aindisciplina. Esse já se tornou um fato comum tanto nas escolas públicas, quanto nas privadas. É possível notar que na definição do termo, por parte dos professores, há um misto de preocupação, impaciência e indignação. Segundo a maioria deles, tal comportamento, apresentado por certas crianças, prejudica excessivamente o andamento do trabalho pedagógico desenvolvido na sala de aula. Entre os prejuízoscitam o barulho excessivo, a não-realização das tarefas propostas, a falta de obediência, além da queixa de que a indisciplina cria um clima de “anarquia geral” que parece contaminar as demais crianças.
Mas, afinal, o que significa indisciplina?
Segundo o vernáculo, indisciplina é “falta de disciplina; desordem; desobediência; rebelião” (FERNANDEZ, 1981, p.731) e disciplina é o “conjunto deregras destinados a manter a boa ordem em qualquer organização; obediência à autoridade; observância de normas ou preceitos” (p. 469). Portanto, segundo o dicionário, ser indisciplinado significa não obedecer ao conjunto de regras que visam manter a boa ordem em uma organização (a escola, por exemplo), não obedecer à autoridade e ser rebelde.
Parrat-Dayan (2008), conceitua a disciplina como “umconjunto de regras e obrigações de um determinado grupo social e que vem acompanhado de sanções nos casos em que as regras e/ou obrigações forem desrespeitadas.” (p.20).
Para Tiba (1996), a disciplina escolar é um conjunto de regras que devem ser obedecidas para o êxito do aprendizado escolar. Portanto, ela é uma qualidade de relacionamento humano entre o corpo docente e os alunos em uma sala de aulae, consequentemente, na escola.  (p. 99).
Para Paulo Freire, há uma marcante diferença entre disciplina, indisciplina e autodisciplina. Em entrevista concedida à Ilca Viana e outros (1988), define:
Eu começaria por dizer que, para mim, toda disciplina envolve autodisciplina. Não há disciplina que não gere ao mesmo tempo o movimento de dentro para fora, como não há uma disciplina verdadeira senão há capacidade. O sujeito da disciplina tem de se disciplinar. Eu diria que há duas disciplinas, em relação às vezes contraditória, que marcam a diferença com a indisciplina. Quer dizer, na indisciplina, tu não tens autodisciplina nem disciplina. Quer dizer, a indisciplina é a licenciosidade, é o fazer o que quero, porque quero. A disciplina é fazer o que posso, o que devo e o que preciso fazer.Fazer o que é possível na disciplina, tornar possível o que agora é impossível diz respeito necessariamente à vida interior da pessoa. É assim que eu vejo o movimento interno e externo da disciplina. E para isso acho que a presença da autoridade é absolutamente indispensável. ( Paulo Freire, In. Vianna, 1989, p.12)
A questão da autoridade e do autoritarismo é, sem dúvida, de grande importância...
tracking img