Ideologia do vegetarianismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1181 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
IdNome: Marina Morena Teixeira Coelho
Professor: Mauricio
A Ideologia do Vegetarianismo

O vegetarianismo é um movimento social, composto por pessoas que não se alimentam de nenhum tipo de carne (vaca, frango, frutos do mar ou peixe), nem utilizam seus produtos derivados. Assim, podemos considerar o vegetarianismo um veículo pelo qual atores sociais e conscientes entendem o mundo,constituindo uma ideologia.
Segundo o IBOPE (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística), em publicação de 2010, cerca de 9% da população brasileira é vegetariana. Cifra que pode até parecer pouco expressiva, porém, de acordo com a mesma pesquisa, o ritmo de crescimento de adeptos a esta dieta no Brasil é acelerado, sendo que o país encontra-se em segundo lugar, atrás apenas do Canadá. Valedizer que esse movimento não se restringe apenas a estes países, pois nos últimos dez anos, aproximadamente, muitos outros lugares registraram aumento de adeptos aos valores vegetarianos. Isso abre caminho para um questionamento: De onde tem vindo esta consciência? Será que ela deriva de maior disponibilidade de informação em relação ao processo produtivo da carne e/ou benefícios à alimentação?Os avanços tecnológicos e os meios de comunicação estão cada vez mais velozes, já fazem parte do nosso dia-a-dia, levando informações de todos os tipos, vindo das mais variadas fontes, a qualquer tempo e lugar. Sendo a internet um grande divisor de águas no meio da cultura, dando mais voz às pessoas, tendo um grande espaço em que possamos expressar nossas opiniões e sermos vistos de alguma forma(muito mais eficaz).
Como esse acesso à informação se difundiu, pode-se observar que o movimento em favor do vegetarianismo, em que muitos de seus adeptos utilizam a rede como fonte de conhecimento e organizando métodos de persuasão utilizados em uma comunicação ideológica, ela é realizada dentro do vegetarianismo na internet, formando uma nova sociedade de consumo através da transmissão deinformações e prática do boicote. O que antes só sabia realmente quais eram os procedimentos de um abatedouro, era quem tinha diretamente contato com esse meio, hoje já pode ser visto por vídeos no youtube, além de blogs e sites que se especializam em passar informações, críticas contra o uso de animais como alimento além de também favorecer à uma vida mais saudável. Fazendo assim da internet umaótima aliada para expandir essa consciência já que não possui espaço nas mídias de massa, aumentando seu poder de divulgação com a união de grupos interligados pelos mesmos valores.
O ativismo online que os vegetarianos tem feito não costuma se apresentar de forma sutil, as informações muitas vezes nos chocam e aparentam até agressivas. É difícil chamar atenção da população sobre um consumo que fazparte das vidas da grande maioria, apenas citar fatos não convenceria, é preciso de certa “propaganda”, fixar a ideia na mente do receptor, propagando a ideologia, pois não é fácil de enxergar essa realidade. “Queria que esse documentário não fosse necessário, mas ele se torna realmente indispensável mostrar o que se esconde por trás desse hábito aparentemente inocente que é comer carne, mas eleinterfere diretamente na sua saúde, no meio ambiente e no meu estar dos animais”( Nina Rosa, 2005, em depoimento no documentário “A carne é fraca”). Como por exemplo na citação acima, obras documentais são uma das formas mais eficaz de provocar o receptor, havendo certa apelação, porém necessária para transmitir ao receptor esse mundo que antes do acesso à rede era apenas imaginado em ficçõescientíficas. Logo a compreensão se faz do ponto de vista de quem compreende, criando uma atitude não só reprodutiva, mas também produtiva, fazendo esse ativismo provocar além do online, levando a manifestações em ruas e criar produtos aos que não comem carne.
O leitor com independência entra em conotações possíveis, recria na informação a leitura, podendo às vezes criar uma nova intenção para si...
tracking img