Homero

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2201 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Nome: Ana Cláudia Sabino de
UFRJ
Trabalho de Teoria Literária II


A tradição credita a autoria dos trabalhos ora analisados a Homero, o primeiro grande poeta épico grego (épos – palavra do poeta/ aquilo que deve ser expressado) que, segundo alguns estudiosos, teria vivido por volta do século VIII a.C.. Ele se consagrou ao gênero épico (que narra os feitos de heróis e histórias de umpassado lendário e grandioso) com duas grandes obras: a Ilíada e a Odisseia. Sua atividade literária foi baseada na oralidade, transmitida de geração a geração e, segundo algumas lendas, era cego e percorria diversos lugares recitando seus poemas.
Tanto a Ilíada quanto a Odisseia são obras universais, uma vez que suplantaram a barreira do tempo, sendo lidas ao longo dos séculos com profundointeresse, como também superaram as barreiras geográficas, já que todos os povos do ocidente as conhecem e as admiram, abordando assuntos como: guerra, virtudes, honra, heroísmo, amor, amizade, respeito, hospitalidade, enfim, temáticas e valores preconizados naquele período histórico. Por sua grande popularidade na antiguidade, os poemas homéricos serviram como base estética para futuros poetas gregos elatinos, assim como também serviram de modelo para a construção das mais diversas manifestações artísticas, filosóficas e literárias da civilização do ocidente conferindo especificamente à literatura um certo teor.
Os poemas, na época de Homero cumpriam mais que um papel de entretenimento, eles tinham a função de educar através de um conjunto de saberes, crenças, comportamentos e valoresespecíficos daquela sociedade. O cantador/poeta (aedo) gozava, portanto, de respeito e de prestígio naquela sociedade, afinal, ele era o porta voz da Deusa/Musa e através do seu canto os heróis e seus feitos eram lembrados e exaltados.
A Ilíada é uma narrativa onde predomina a figura masculina, o homem (andres) representando a virilidade, a beleza, a juventude e as virtudes, dentro da perspectiva daantiguidade clássica. A temática do poema é a cólera do mais forte guerreiro, Aquiles, que privado do seu prêmio de guerra (géras) por Agamênon, rei de Esparta, se retira da batalha travada contra os trioanos, afinal a jovem Briseida, seu prêmio, é a marca da sua honra. Por essa razão, os aqueus enviam personalidades ilustres para que o convença a retornar à guerra. Mas, como Jean Pierre Vernantaborda em seu texto, “A bela morte e o cadáver ultrajado”, Aquiles segue a lógica da honra heróica (timé) do tudo ou nada, portanto, retirar seu géras (privilégio, consagração da supremacia do guerreiro) é não reconhecê-lo como único, é dar-lhe lugar do nada, portanto uma afronta imensurável: “...ameaças despojar-me do que é meu, prêmio de muitas lutas, dom de Aqueus, meu bem.” (HOMERO, ...,p.39). Nas palavras de Vernant “... tomando-lhe Bríseis, Agamênon inflige em Aquiles uma afronta que atinge o guerreiro em seu ponto sensível” e ainda “geras vale como marca de prestígio, consagração e supremacia social”. (VERNANT, 1977, p.34). O herói se recusa a qualquer acordo oferecido. Por saber da sua superioridade de guerreiro, ele possui um código de honra extremado. Segundo Vernant “ oextremismo da honra de Aquiles torna-o um ser marginal, encerrado na solidão altiva de sua cólera” (VERNANT,1977, p.33) . Apenas com a morte de seu afeto Pátroclo, Aquiles volta ao combate, sedento para vingar-se daquele que retirou-lhe a vida, Heitor, príncipe guerreiro de Tróia , filho do rei Príamo e irmão de Páris, o desencadeador da terrível guerra.
Aquiles irá caracterizar a perfeição do heróigrego, com sua beleza, força desmedida, habilidade, coragem e proteção divina, afinal ele é filho de Tétis, uma deusa, e de Peleu, um mortal, portanto um semideus. Ele opta pela vida breve cheia de façanhas gloriosas para alcançar a imortalidade no canto das musas, proferido pelo poeta (aedo). Seus feitos heróicos irão conferir-lhe a honra de ser cantado (kléos). Aquiles, o maior herói, aquele...
tracking img