Historia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1591 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
História

anadabe fernandes dos santos

estado moderno
formação e consolidação do estado moderno

Teixeira de Freitas
2012
anadabe fernandes dos santos

estado moderno
formação e consolidação do estado moderno

Trabalho apresentado ao Curso de História da UNOPAR - Universidade Norte doParaná, para a disciplina Historia da America II,História do Brasil II, História Moderna II, Povo, Cultura e Religião, Seminário IV e Estagio Curricular Obrigatório I.

Prof. Fabiane Taís Muzardo, Fábio Luiz da Silva, Gleiton Luiz de Lima, Guilherme Cantieri Bordonal, Julho Zamariam, Reinaldo Benedito Nishikawa, Taise Ferreira da Conceição Nishikawa e Érica Ramos Moimaz.

Teixeira de Freitas2012

Introdução

Uma das mais modernas teorias sobre o estado é de 1748 do filósofo Montesquieu, quando disse que há um só poder dividido em três funções: Executiva, Legislativa e Judiciária. Mas há varios conceitos de Estado, o mesmo ao contrário da filosofia política, vem dos Romanos pela importância que este adquiriu. Hans kelsen definiu Estado como a nação politicamente organizada, umaordem coercitiva da conduta humana.
“... O Estado é um ordenamento jurídico(...) Estado significa ordenamento juridico quando já alcançou certo grau de centralização(KELSSEN, 2006, pag. 133)
“...o que se denomina de elementos do Estado, a soberania, o território e o povo...”(KELSSEN, 2006, pag 138)
Marx refere-se ao Estado como uma divisão social do trabalho, o Estado para ele seria crucial nodesenvolvimento do capitalismo, pois nasceu com o fim de domínio da classe dominante sobre a sociedade e certamente assim que uma desaparecesse a outra também desapareceria. Existem inúmeros estudiosos que conceituaram Estado, mas em sua maioria concordam que o mesmo surgiu como instituição que assegurasse e conservasse o dominio do poder.
Mas, o Estado criou a sociedade, ou a sociedade criou oEstado? Estamos certos de que é a sociedade quem cria as instituições, a diferença é que o Estado só foi criado depois que a sociedade política se civilizou, ou seja, o mesmo é resultado da civilização.

DESENVOLVIMENTO
Não há como falar em Estado sem citar o nome do primeiro filósofo moderno a construir uma teoria sobre sua formação. Thomas Hobbes escritor do livro Leviatã defende que antes doestágio civilizatório, os humanos viviam em um Estado da natureza, ou seja, cada um dependia de si mesmo, sendo livre para agir como quisesse, mas estando sujeito a força dos mais fortes, por isso o Estado surgiu, para garantir a liberdade de todos não dependendo da força de seu semelhante, isso fica claro quando o autor escreve:
“ Portanto, tudo aquilo que é valido por um tempo de guerra, em quetodo homem é inimigo de todo homem, o mesmo é valido também para o tempo durante o qual os homens vivem, sem outra segurança senão a que lhes pode ser oferecida por sua propria força e propria invenção.” Leviatã (pag.6)
A sociedade se organizou de diferentes maneiras, ao longo do tempo. A Idade Média foi marcada pelo poder de seus Senhores feudais onde cada feudo tinha uma autonomia política, aIgreja detinha o poder central e era parte integrante do sistema feudal. Porém as estruturas políticas, sociais e econômicas mudaram, dando início a Modernidade que se estende entre os séculos XV/XVI e XVIII, foi caracterizada por uma nova mentalidade.
Na Idade Média não existia uma figura centralizadora de poder político, a instituição que tinha maior expressão era a Igreja Católica. Porém, com amodernidade apareceram novos constituintes dessa nova era, caracterizada pelo surgimento de um novo modelo político conhecido como Absolutismo monarquico ou Estado Moderno que tinha como principal objetivo criar novos mecanismos para fortalecer a autoridade do governo, restrigindo as esferas de influência da Igreja e da nobreza feudal.
O cenário político Europeu sofreu transformações, houve o...
tracking img