Higiene ocupacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5129 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Temperaturas extremas
• Calor
Mecanismos de regulação calórica
Os mecanismos de regulação calórica interna do corpo humano tratam de manter no corpo uma temperatura constante de 37°C. A pele e os tecidos subcutâneos são mantidos em uma temperatura constante pelo sangue circulante. A temperatura do sangue se deve ao calor proveniente da energia liberada pelas células quando estas queimam oalimento (um processo que requer um suprimento constante de alimento e oxigênio). O excesso é eliminado, sendo normal que o corpo perca constantemente calor através dos pulmões e da pele.
No caso de exposição ao calor ambiental excessivo, o organismo produz mais calor e utiliza esses mecanismos de regulação para perder mais calor e manter constante a sua temperatura. Em primeiro lugar, se produzdilatação dos vasos sanguíneos da pele e dos tecidos subcutâneos e se desvia parte importante do fluxo sanguíneo para essas regiões superficiais. Há um aumento concomitante do volume sanguíneo circulante devido à contração do baço e diluição do sangue circulante com líquidos extraídos de outros tecidos. Esses ajustes circulatórios favorecem o transporte de calor do centro do organismo até asuperfície. Simultaneamente, se ativam as glândulas sudoríparas, derramando líquido sobre a pele (suor) para eliminar calor por evaporação.

Exposição Ocupacional

Os efeitos da sobrecarga térmica (ou estresse térmico), que um trabalhador está submetido em uma área de trabalho quente, dependem de fatores ambientais e de características individuais do trabalhador, tais como idade, peso e, condicionamentofísico, especialmente do aparelho cardiocirculatório. Entre os fatores ambientais devem ser considerados a temperatura, a umidade, o calor radiante (sol, fornos) e a velocidade do ar.
As ocupações com maior risco de exposição ao calor incluem os cozinheiros, padeiros, fundidores de metais, fabricantes de vidros, mineiros, entre outros. Os riscos aumentam com a umidade elevada, que diminui oefeito refrescante da sudorese, e com o esforço físico prolongado, que aumenta a quantidade de calor produzido pelos músculos.
A exposição prolongada ao calor excessivo pode causar um aumento da irritabilidade, fraqueza, depressão, ansiedade e incapacidade para concentrar-se. Nos casos mais graves, podem ocorrer alterações físicas tais como desidratação, erupção (vesículas roxas na área afetada dapele) e câimbras (espasmos e dor nos músculos do abdômen e das extremidades).

DOENÇAS CAUSADAS PELA SOBRECARGA TÉRMICA

SÍNCOPE PELO CALOR
È causada por deficiência do sistema circulatório em atender as necessidades orgânicas e fornecer o sangue arterial para manter o metabolismo celular; os efeitos são o desânimo, fadiga, anorexia, náusea e vômitos. O aspecto da pele é pálida e úmida; ossintomas se caracterizam por tonturas, mal estar, dor de cabeça e fraqueza, podendo levar à inconsciência. O aumento da circulação periférica sempre acarreta uma diminuição do sangue aos órgãos internos, sendo esta uma das causas.
PROSTAÇÃO TÉRMICA
Pode ocorrer por eliminação excessiva da água (desidratação), ou perdas sem reposição de sais minerais, acontece com maior frequência em indivíduos nãoadaptados ao ambiente quente (trabalhadores novatos). Para evitá-la, as perdas de água não deverão ser superiores a 1,5%, do peso do indivíduo, ao final da jornada de trabalho. A água deve ser ingerida com adição de sais minerais, podendo ser o cloreto de sódio.
CÂIMBRAS
São atribuídas às perdas de sais minerais e se apresentam como fortes dores musculares, principalmente na coxa, nos músculosabdominais, e outros que tenham sido mais solicitados no trabalho. Os indivíduos geralmente acometidos são aqueles já aclimatados, e outros que ingerem água em abundância, porém sem o sal necessário.

ENFERMIDADES DAS GLÂNDULAS SUDORÍPARAS
Ocorrem com maior frequência em ambientes quentes e úmidos, em condições que o indivíduo transpira, mas em que o suor não evapora em quantidade suficiente...
tracking img