Gerenciameno de processos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2540 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO DE ENSINO E PESQUISA OBJETIVO – IEPO
CURSO DE GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES
Adjane Pereira Barreira
Cilsomar Santana do Couto Junior
Dário Lima Souza

GERENCIAMENTO DE PROCESSOS

PALMAS/TO
2012

INSTITUTO DE ENSINO E PESQUISA OBJETIVO – IEPO
CURSO DE GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES

Adjane Pereira Barreira
Cilsomar Santana Couto Junior
Dário Lima SouzaGERENCIAMENTO DE PROCESSOS
Trabalho da disciplina de Fundamentos de Sistemas Operecionais ministrada pelo professor Heres no Curso Tecnológico de Redes de computadores apresentado ao Instituto de Educação e Pesquisa Objetivo – IEPO.

PALMAS/TO
2012

SUMÁRIO

1 GERENCIAMENTO DE PROCESSOS 4
1.1 Conceituação 4
1.2 Comunicação Interprocessos 5
1.3 Condições de Corrida 6
1.4Regiões Críticas 7
1.5 Concorrência e Sincronização 8
1.6 Semáforos 10
1.7 Monitores 11
REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS 13

1 GERENCIAMENTO DE PROCESSOS

1.1 Conceituação

O conceito de gerenciamento de processos pode ser dado como a administração de todos os processos, atividades ou qualquer thread feito pela máquina. É onde também são definidos os diversos critérios para mudar osestados dos processos que estão querendo executar na CPU e que procedimento da seleção de qual processo passara a qual estado.
Machado & Maia (1997, p. 59) diz que: “gerência de processos envolve a criação e eliminação de processos, alteração das características do processo e, sincronização e comunicação entre processos”.
Dentro desse conceito dado pelo autor, nesse trabalho analisaremos algumasfuncionalidades dos processos, dentre as quais podemos citar especificamente:
* Condições de corrida
* Regiões Críticas
* Concorrência e Sincronização
* Semáforos e Monitores
* Comunicação interprocessos

1.2 Comunicação Interprocessos

Frequentemente processos precisam se comunicar com outros. Por exemplo, em um pipeline do interpretador de comandos, a saída doprimeiro acesso deve ser passada para o segundo processo, e isso prosseguem até o final da linha de comando. Assim, há uma necessidade de comunicação entre processos, que deve ocorrer, de preferência, de uma maneira bem estruturada e sem interrupções. (TANENBAUM, 2009, p.70).

Percebe-se a necessidade da comunicação entre os processos, pois segundo o mesmo autor, a relação dessas comunicações pode seranalisada para que se entenda como um processo passe informação para outro; e, para que haja uma garantia que dois ou mais processos não entrem em conflitos.
E segundo Machado & Maia (1997, p.75), os processos concorrentes, compartilham recursos do sistema, como arquivo, registros, dispositivos e áreas de memória, e é bem verdade que o compartilhamento de recursos entre processos pode gerarsituações indesejáveis, capazes até de comprometer o sistema. Um exemplo: dois processos trocam informações através de gravação e leitura em um buffer. Um processo só poderá gravar dados no buffer caso ele não esteja cheio. Da mesma forma, um processo só poderá ler dados armazenados do buffer se existir algum dado para ser lido. Em ambos os casos, os processos deverão aguardar até que o bufferesteja pronto para as operações de gravação ou de leitura.

Os mecanismos que garantem a comunicação entre os processos concorrentes e o acesso a recursos compartilhados são chamados mecanismos de sincronização. No projeto se Sistemas Operacionais multiprogramaveis, é fundamental a implantação de mecanismos de sincronização que garantam sua integridade e confiabilidade. (MACHADO & MAIA. 1997,p.75,76).

1.3 Condições de Corrida

Condições de corrida são situações em que dois ou mais processos estão lendo ou escrevendo algum dado compartilhado e cujo resultado final depende de quem executa precisamente e quando. (Tanenbaum, 2009, p.70 e 71).

O mesmo autor, dar exemplos:
Quando se quer imprimir m arquivo, um processo entra como o nome do arquivo em um diretório de spool. Há um...
tracking img