Gardenerella

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1279 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
As infecções do trato urinário estão entres as patologias que mais desencadeiam consultas, e exames laboratoriais no mundo, mais recentemente a Gardnerella Vaginallis vem deixando de ser tratada como uma simples vaginose bacteriana e tem sido mais frequentemente isolada e tratada como um patógeno que causa ITU (Infecção do trato urinário). A Gardnerella Vaginallis era anteriormentechamada de Corynebacterium vaginale, ela é uma bactéria gram variável, pois em algum estudo microscópicos o espessamento da sua parede se assemelha tanto a bactérias gram positivas como gram negativas, mas na composição da parede celular da bactéria evidencia sua classificação como gram positiva1.
A bactéria foi reconhecida por colonizar o trato genital feminino, pode causar desde uma simplesvaginose bacteriana até graves bacteremias e meningite; nos homens normalmente é assintomática e pode ser considerada uma DST já que o homem não a possui colonizando seu trato genital. Algunss fatores explicam a falta de sintomatologia da Gardnerella nos homens, como: o líquido seminal contém altas concentrações de zinco, que pode inibir a bactéria, e o epitélio prostático contém células colunares,que dificultam a adesão da G. vaginalis2.
Nos trabalhos feitos por Silveira ACO et al1 descobriu-se que sozinha a Gardnerella Vaginallis dificilmente se torna sintomática no trato genital feminino mas associada a outros patógenos anaeróbicos como estafilococos e tricomonas causam desconforto e odor vaginal fétido. Foi observado por Kinghorn GR et al3 que os homens que mantém relações sexuais commulheres assintomáticas tem uma alta possibilidade de transmissão da Gardnerella Vaginallis e podem mais raramente apresentar complicações.
Quadro clínico
A vaginose bacteriana (G. Vaginallis) costuma afetar mulheres em idade reprodutiva, sugerindo a possibilidade dos hormônios sexuais estarem envolvidas na sua patogênese. Embora de forma menos freqüente, ela pode ser também encontrada emcrianças e na pós-menopausa. Em gestantes e não gestantes, a prevalência da vaginose bacteriana parece ser semelhante. O número de parceiros sexuais e a utilização do DIU têm sido associados ao incremento da vaginose bacteriana. O uso de contraceptivos hormonais, por promover uma microbiota predominantemente lactobacilar, parece ter um efeito protetor para o desenvolvimento da vaginose bacteriana4.
Osprincipais sinais e sintomas da doença são secreção esbranquiçada ou acinzentada e odor de peixe morto que se percebem normalmente após as relações sexuais quando o espermatozoide alcaliniza o trato genital feminino favorecendo ainda mais o ambiente para o desenvolvimento da G. Vaginallis. Além do mais há a produção de aminopeptidases com formação de aminas (principalmente, putrecina, cadaverinae trimetilamina), que rapidamente se volatilizam em pH elevado e produzem o odor característico e, por serem citotóxicas, ocasionam a esfoliação das células epiteliais (vermelhidão) e corrimento vaginal; pode provocar também ardência ao urinar e coceira4.
Diagnóstico Laboratorial
O meio mais indicado para o cultivo de G. Vaginallis é o ágar CNA que utiliza o ágar columbia acrescido de sangue decarneiro e antibióticos deve-se realizar a coloração de Gram de urina não centrifugada, homogeneizando bem a urina, pipetando 10 μl em lâmina, deixando secar ao ar e depois procedendo com a coloração de Gram. A presença de uma ou mais bactérias por campo geralmente é relacionada com contagens de colônias superiores a 100.000 UFC/ml. A presença de grande número de células epiteliais, a ausência deleucócitos e a presença de mais de um tipo morfológico sugerem contaminação da amostra. Como a G. vaginalis é uma bactéria fastidiosa, pode não crescer nos meios de cultura habituais ou requerer maior tempo de incubação. Somente com o exame de Gram poderemos suspeitar da condição1.
Prevenção
Não há vacina para a doença, aestratégia de prevenção está direcionada a dimunuição dos fatores que...
tracking img