Fungos filamentosos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (272 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Reparo de DNA:

Todas as células possuem vários tipos de mecanismos de reparo de DNA, e isso é possível porque as moléculas de DNA são constituídas por duas fitascomplementares, e por isso uma lesão complementar pode ser removida e substituída, seguindo as instruções do molde na fita complementar não lesada.

Tipos de reparo de DNA:Reparo de despareamento: o despareamento nem sempre é corrigido para corresponder à informação da fita molde, por isso o sistema precisa usar de alguma artificio paradistinguir o molde e a fita recém-sintetizada. Para célula marca o DNA velho com grupos metila para diferenciar das fitas recém-sintetizadas. Esse sistema de reparo dosdespareamentos reconhece e repara os despareamentos, mas nem sempre com total sucesso.

Reparo por excisão de base: as células possuem enzimas capazes de reconhecer lesõescomuns ao DNA e remover a base afetada por clivagem da ligação N-glicosídica essas enzimas são chamadas de DNA glicosilases. Cada DNA glicosilase é especifica para um tipo delesão.

Reparo por excisão de nucleotídeos: as lesões de DNA que causam grandes distorções na estrutura helicoidal do DNA geralmente são reparadas pelo sistema de excisãode nucleotídeo. A Excinuclease cliva, a Helicase ajuda na remoção, a DNA polimerase preenche a lacuna e a DNA ligase sela o corte remanescente.

Reparo direto: váriostipos de lesões são reparados sem remoção da base ou nucleotídeo. Como por exemplo, a foto reativação do dímero ciclo butano da pirimidina. Os dímeros de pirimidina resultam deuma reação induzida pela luz e a fotoliase usa a energia proveniente da luz absorvida para reverter à lesão.





Bibliografia:
Apostila Senai Biologia Molecular I
tracking img