Fichamento - cervo & bueno - história da política exterior do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 80 (19974 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CERVO & BUENO. História da Política Exterior do Brasil
29 de dezembro, 2009

*** p. 25
 
Objetiva, a partir de 1822, a paz entre os povos - com exceção do período que compreende a Guerra do Paraguai entre 1850 a 1870;
Tem como estratégia a ponderação de meios, fins e riscos - as Relações Internacionais são muito complexas devido à quantidade de variáveis envolvidas, bem como autilização de hipóteses e informações documentais em lugar de verdades científicas;
O principal problema da política externa brasileira é agir em nome do interesse das minorias dominantes.
1945 - criação do Instituto Rio Branco [estímulo aos Estudos Diplomáticos]
1950: Caio de Freitas - George Canning e o Brasil
 
I - A CONQUISTA E O EXERCÍCIO DA SOBERANIA [1822-1889]

A Política Externa à época daindependência - novo ator em um mundo dinâmico;
A soberania não é algo abruptamente concebido com a independência. A inserção no campo internacional depende de outros fatores, como:
1. O jogo de forças do sistema internacional e interesses dos Estados dominantes;
2. A inserção do continente americano nesse contexto;
3. A herança colonial brasileira;
4. A precoce aliança portuguesacom a Inglaterra;
 
1815 - Congresso de Viena marca o declínio da influência francesa - derrota de Napoleão - segue-se um século de paz [1815-1914];
* afirmação do capitalismo industrial e do absolutismo;
Tudo o que aconteceu na Europa e no mundo neste período era para atender interesses britânicos [modernos] contra interesses russos, arcaicos:
5. Legitimismo monárquico;
6.Intervencionismo;
7. Cristianismo;
8. Governo supranacional dos povos;
Existia, porém, outros atores manipuláveis, como é o caso do Império Austríaco, da França, da Prússia;
1815 - Pacto da Santa Aliança entre Rússia, Prússia e Áustria, se desfaz em 1830;
Quádrupla Aliança incorpora a Grã-Bretanha e defende o nacionalismo e a vigilância mútua em defesa dos países que compõe o tratado;
O sistemainternacional, convertido na vontade política dos ingleses, ia ao encontro dos ideais americanistas - as independências do Brasil e da América hispânica eliminam a possibilidade de reconquista destes territórios. O pan-americanismo, porém, não despertava muito interesse [o Congresso do Panamá em 1826 foi um fracasso], o que era ótimo para a Inglaterra. No momento de transição entre colonialismo eindependência, o Brasil faz concessões equivocadas, perpetuando as condições de dominação, principalmente à Inglaterra, pactuada com a classe dominante interna.
Modernização e desenvolvimento estavam na pauta da política externa à época da independência, pontos observados pelos EUA e ignorados pela América Latina.
Um ponto agravante foi o fato de Portugal encontrar-se sob hegemonia inglesa,transferindo essa dependência também para o Brasil [tratados desiguais de 1810];
George Canning:
Continente americano = área de competição internacional;
1ª gestão de negócios estrangeiros:
1822 - José Bonifácio de Andrada e Silva separou a secretaria de Negócios Estrangeiros da Secretaria de Guerra;
1823 - Marquês de Paranaguá cria um Ministério próprio, conferindo-lhe autonomia.
Aindependência pode ser dividida em 4 fases:
1) rompimento político/jurídico/econômico com Portugal
2) guerra de independência;
3) reconhecimento da nacionalidade;
4) concessões feitas a interesses externos.
 
1824 - Brasil tenta aliança com os EUA [ofensiva/defensiva]
1825 - tentativa argentina de jogar todo o continente contra o Brasil
Grã-Bretanha, EUA e novos estados hispânicos estavam interessadosna independência brasileira, mas nenhum a sustentou pelas armas - o rompimento do Brasil com Portugal não teve auxílio externo.
A América Latina, para a Grã-Bretanha, era a brecha ao bloqueio continental imposto por Napoleão.
1826 - Bolívar arquiteta um projeto de integração político-econômica do continente no Congresso do Panamá;
A independência brasileira nunca se mostrou ameaçada e o...
tracking img