Fibrose cistica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9709 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO


A Fibrose Cística (FC), também conhecida como mucoviscidose, é uma doença genética, autossômica recessiva, crônica, com manifestações multissistêmicas que comprometem basicamente os aparelhos respiratório, digestivo e reprodutor devido á disfunção de glândulas exócrinas. Considerada a enfermidade congênita letal mais frequente em caucasianos (Europa, EUA e Austrália), podeacometer qualquer grupo étnico ou racial.
A síndrome clínica de pâncreas com fibrose e broquiectasias foi primeiramente descrita na literatura médica em 1938, pela Dra. Dorothy Andersen. No ano 1960, quando os programas de tratamento começaram a modificar o prognóstico da FC de uma condição de expectativa de vida inferior a um ano para doenças crônicas de crianças, adolescente e adulto, assumiu-seque essa patologia era uma disfunção da produção de muco que obstruía bronquíolos e brônquios, levando a doença pulmonar obstrutiva, infecção, inflamação e, subsequentemente, formação de fibrose e cistos pulmonares. Da mesma forma, o muco espesso levaria a síndrome obstrutiva intestinal e cirrose biliar, bem como de vasos deferentes e esterilidade em 98% dos homens. Em 1989, geneticistasmoleculares localizaram e clonaram o gene da FC (braço longo do cromossomo 7).

A partir desses estudos foi descoberto que o gene da FC codifica uma proteína que regula o transporte transmembranar de células epiteliais, a reguladora da condutância transmembranar da fibrose cística (CFTR), cuja disfunção leva ao desencadeamento da sequencia fisiopatológica da FC.

Atualmente com o diagnóstico precoce,manejo multiprofissional em centros especializados e acesso a uma terapêutica adequada, cerca da metade dos pacientes sobrevive à terceira década de vida e, perspectivas promissoras, apontam para um futuro ainda mais promissor.

Nos últimos 30 anos nenhuma outra doença mobilizou os familiares de forma tão organizada, a ponto de constituírem numerosas associações de pais, em toda Europa,Américas, e inclusive no Brasil, desempenhando importante papel na melhoria do tratamento dos pacientes.

Nutrição é um dos aspectos críticos do manejo de pacientes com FC, e o estado nutricional está diretamente associado com função pulmonar e sobrevida. Desnutrição é uma complicação frequente devido ao balanço energético-proteico negativo. A desnutrição pode interferir no crescimento pulmonar ereduzir massa magra com consequente diminuição da força de contração do diafragma e músculos respiratórios.

A doença pulmonar eleva a demanda energética, diminui o apetite e aumenta o trabalho respiratório devido á obstrução progressiva do fluxo aéreo.

Acompanhamento periódico do estado clínico e nutricional é fundamental para esses pacientes.2. OBJETIVOS


1. OBJETIVO GERAL
• Descrever de maneira geral orientação nutricional adequada aos clientes portadores de fibrose cística.

2. OBJETIVO ESPECÍFICO

• Descrever a fisiopatologia da fibrose cística

• Abordar a epidemiologia e causas da patologia

• Descrever os fatores que desencadeiam a fibrose cística

•Abordar os principais nutrientes que promovem a diminuição dos sinais e sintomas e os nutrientes que prejudicam os indivíduos com fibrose cística

• Apresentar por meio de elaboração de cardápio, orientação nutricional aos clientes com fibrose cística.












3.1 FIBROSE CÍSTICA

[pic]

Figura 1:http://www.fibrosecisticanews.com.br/p/fibrose-cistica-doenca.html

A Fibrose Cística (FC) é uma das doenças genéticas mais comuns na população branca, ocorrendo aproximadamente uma vez em cada 3.500 nativos no mundo inteiro. Aproximadamente uma em cada 2.500 crianças nascidas nos Estados Unidos nasce com FC. A doença é mais comum entre brancos e menos frequentemente encontrada em outros grupos étnicos e raciais; por exemplo, ela ocorre uma vez em...
tracking img