Ferramentas da psicanalise na publicidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1910 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Ferramentas da Psicanalise na Publicidade

Tendo em mente que o anúncio publicitário, como um instrumento indispensável do Marketing, tem-se sofisticado cada vez mais para atender aos diferentes públicos, pode-se afirmar que a linguagem utilizada pela criação publicitária vai além da simples fala emitida, dando margem à fantasia do ser humano e tornando-o participante do anúncio. Nestesentido, a imagens aparecem enriquecidas, com muita cor, sons, movimentos, fazendo, dessa maneira, que o público se encante, fantasie e se torne um consumidor em potencial. É como se os poucos segundos de um anúncio virassem momentos mágicos para um futuro consumo.
Contudo, vale lembrar que um anúncio nem sempre atinge o público alvo para o qual a mensagem foi criada, tendo em vista que, tal mensagem,ao se tornar símbolos, reporta-se não somente ao seu público alvo e mostra intenção de conquistar públicos secundários ou, até mesmo, futuros consumidores.
Historicamente, consagrou-se que o papel da publicidade e da propaganda é persuadir, buscando a atenção dos consumidores e, por conseguinte, levando-o à compra. A propaganda faz parte do dia a dia de uma sociedade capitalista e busca,incessantemente, atrair os consumidores.
Pode-se afirmar que os anúncios informam, convencem, animam, explicam, criam imagens, vendem, despertam necessidades/desejos e fazem com que, cada vez mais, os consumidores se sintam dentro do próprio anúncio e se vejam impelidos a adquirir o produto. Contudo, para que isso ocorra, a propaganda precisa criar uma atitude favorável em relação ao que foianunciado, atitude está diretamente relacionada às quatro ferramentas: produto, preço, promoção e praça.
No entanto, é imprescindível que o “os quatro “Ps” estejam associados aos quatro “Cs” do consumidor: produto (Consumidor-suas necessidades e desejos), preço (Custos para o consumidor), praça (conveniência) e promoção (Comunicação). A venda em si é apenas o início de uma gama de outros fatores quevirão. Caso ocorra a venda e outros fatores não sejam atendidos, a empresa anunciante poderá incorrer em sérios contratempos.
Vale lembrar que o tema da fidelização tem relação direta ao que Kotler (1998; 177) distingue como os cinco papéis na decisão de uma compra:
1. Iniciador - O indivíduo lança a idéia de comprar um produto ou serviço específico, ele é o pioneiro na compra de "novidades";
2.Influenciador - Influenciam na decisão de compra através do ponto de vista, conselho e persuasão. (Ex.: As crianças usam da persuasão para influenciar os adultos na compra);
3. Decisor - Tem o poder da decisão de compra, ou seja, decide o quê, como, onde e se deve comprar;
4. Comprador - Efetiva a compra propriamente dita;
5. Usuário - O indivíduo que consome o produto ou serviço.
Em linhasgerais, a Psicanálise trata do indivíduo enquanto ser único e seu objeto de estudo principal é o inconsciente. Neste sentido, a Psicanálise estuda o comportamento e a experiência dos seres humanos, enfatizando não somente os elementos afetivos da experiência, como também os aspectos eminentemente internos do indivíduo. Assim, o comportamento é visto como produto da experiência e controlado porestímulos internos. Na Psicanálise, o fundamental é que as imagens tornem-se símbolos e aqui procuraremos salientar a importância que a simbologia tem na vida das pessoas. A simbologia seria a substituição do real desejado e sua história remonta às fases evolutivas.
O símbolo tem uma significação abstrata – as representações que temos no nosso mundo interno, inconsciente. Todo símbolo causa umarepercussão emocional de difícil explicação em conjunto, uma vez que o esgotamento de suas interpretações o transformaria num signo. A conotação do símbolo é emocional: termo, nome ou imagem que não pode ser familiar na vida diária, embora possua conotações especiais além de seu significado evidente e convencional. Representa ou substitui o objeto e tem um aspecto inconsciente, não precisamente...
tracking img