Expressionismo austriaco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1306 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Expressionismo Austríaco
2. características, caráter psicológico também como no impressionismo. Acontece que em
Viena, uma cidade fundamental a este nível, onde a atmosfera do expressionismo
mais se desenvolve, onde os maiores nomes se evidenciam como Oskar Kokoschka
e Egon Schiele. O primeiro desenvolve mais retratos, numa metodologia muito
própria. e o segundo trata do nu heróico.
Aonível das características, não diferenciam muito do expressionimso alemão.
Uma tensão no desenho e na pintura. Na pintura isso nota-se em traços rigorosos em
pastas de tintas. São representações metafóricas (as metáforas são muito ao tipo do
expressionismo, sendo metáforas que transmitem alguns pensamentos e estados de alma,
onde Freud, na própria psicologia vai estar muito em voga, onde osartistas vão trabalhar,
pois não é a toa que Freud é austríaco).
Os artistas, depois de terem características comuns, mais tarde trabalham com o
seu proprio estilo, conseguindo-se distinguir as obras de cada um, pelo seu estilo
individualizado. Também essa individualização também tem a ver com tema.
Kokoschka (1886 − 1980)
Enquadramento central, onde aparece o artista com a sua companheira, numambiente
quase abstrato. No centro, há o aspecto central, onde tudo o resto aparece como acessório
do que se pretende mostrar, um estado psicológico de grande angustia do proprio artista.
a figura masculina está ferida, em sofrimento, num grande estado de ansiedade,
quase cadavérico. já a figura feminina, está mais seria, mais serena, pintada com tons mais
suaves.
O cavaleiro errante(auto-retrato), 1915.
Um traço muito forte, muito característico do artista mas também como o resto do
grupo de viena. No grupo de viena, estes artistas, vao estar centrados nesta questão do
sofrimento, num estado psicológico, com obras muito tensas, onde as energias negativas
reinam.
Pinta-se de memória o que se reteve da pessoa, numa representação, mais que
físico, são psicológico, buscando-secaracterísticas não palpáveis. Claro que há
semelhanças físicas com a pessoa retratada, onde a aparência se aproxima da pessoa. essa
não é a intenção, pois pretende-se buscar o interior do retratado.
Ele esta completamente deitado, meio a flutuar neste ambiente, num ambiente de
destruiçao, de desintegração. Tudo a volta, não sendo muito perceptível, criado através de
manchas, onde há figurasalegoricas e simbolicas, buscando a subjetividade. Veste-se como
um cavaleiro, estando ele perdido, a procura do seu caminho.
Egon Schiele (1890 − 1918).
Auto-retrato com braço sobe a cabeça, 1910.
Este e o resto do grupo de viena, e "kokockag", não se vão centrar na pintura,
virando-se para outras formas de expressão, como a gravura. Estas primeiras vanguardas
procuram um distanciamento datradição das belas artes, revelando-se não só
formalmente, mas também a sua atitude perante o mundo artístico e como se
movimentam nele.
A nudez esta muito associada a privacidade e a fragilidade. Há aqui a procura de
atraves da nudez, ir buscar a fragilidade do ser humano. Através da representação do nu,
não é o mesmo da tradição das bela artes, o nu heróico. O que nos temos aqui é
precisamente ooposto, sendo uma representação do nu que apresenta todas a fragilidade.
neste caso é um nu cadavérico, num olhar agressivo, pelos nas axilas, todos os ossos das

costelas e dos braços a vista. Apesar dessa anorexia, ele olha-nos com um olhar matador. O
que ele pretende mostrar é a fragilidade do ser humano e da sociedade. Quando falamos
de expressionismo (é uma característica doexpressionismo que já vem do sec. 19), parte
do individual para o universal. Isto quer dizer que nestas representações, nos
reconhecemos situações que todos nos passamos, sendo características do ser humano em
geral. Por isso é que os expressinistas captam a nossa atenção, pois vemos um espelho de
nos mesmos. exige uma grande reflexão.
A morte e a mulher, 1915.
Uma mulher e a própria morte. é um...
tracking img