Euler venn

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7209 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
*
* APRESENTAÇÃO/ INTRODUÇÃO
*
Com a finalidade de recriar uma linguagem pela palavra, este caderno de estudo representa uma tentativa de reflexão sobre algumas questões envolvidas à metodologia científica e sua prática, especificamente, no dia a dia do aluno em sua vida acadêmica. Possibilitando uma análise crítica dos textos científicos e das diversas formas de linguagem.
Prof. LuísFernando Araújo
* CAPITULO 1 METODOLOGIA CIENTÍFICA
* A AVENTURA HISTÓRICA DA CONSTRUÇÃO DOS FUNDAMENTOS DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO
“Ciência. O que significa esta palavra? Existe apenas um significado para ela? Se não, quais são os outros? Existem relações entre estes vários significados? No contexto dessa apostila – que pretende iniciar o aluno na recepção e na produção do conhecimentocientífico – faz-se necessário delimitar o que se entende por ciência. A palavra ciência surge do latim (scire) e significa conhecimento ou sabedoria. Em geral, fala-se que uma pessoa tem certo conhecimento (ou está ciente) quando detém alguma informação ou saber com relação a algum aspecto da realidade.Uma boa cozinheira, por exemplo, possui um conhecimento sobre culinária, assim como umengenheiro sobre os possíveis modos de construção de uma casa. No sentido mais geral da palavra ciência, os dois podem e devem ser considerados sábios. No entanto, não se pode dizer que o conhecimento que os dois apresentam seja do mesmo tipo. Tanto o modo como cada um deles veio a aprender o que sabe hoje como a natureza do conhecimento aprendido são diferentes.Assim, por exemplo, a cozinheira, queaprendeu seu ofício com sua mãe, pode fazer bolos muito bem, mas dificilmente saberá explicar o motivo pelo qual o fermento faz o bolo crescer. Já o engenheiro, que freqüentou uma universidade, deverá saber apresentar as causas relacionadas, por exemplo, à queda de uma casa. Se nem todos os conhecimentos são iguais em sua natureza, o que os diferencia? E o que caracteriza especificamente oconhecimento científico? Na verdade, pode-se falar de uma maneira um tanto esquemática, na existência de vários tipos de conhecimento, isto é, de diferentes formas de se abordar a realidade, buscando-se compreendê-la ou explicá-la. Assim, o conhecimento pode ser do tipo senso comum, artístico, filosófico, teológico ou científico. O conhecimento do tipo senso comum, por exemplo, como todo conhecimento, produzinformações sobre a realidade. No entanto, tais informações normalmente se prendem aos seus objetivos mais imediatos. Nossa cozinheira assa bolos por causa dos elogios e/ou salários que recebe. Estes motivos, de natureza mais imediata, bastam para mantê-la assando bolos. Ao mesmo tempo, ela sobrevive muito bem sem o conhecimento do motivo pelo qual o fermento faz o bolo crescer. Assim, nãoprecisa se preocupar em saber a propriedade que determina o crescimento do bolo. Ou seja, não busca descrever os elementos específicos que, no fermento causam tal efeito. Também não precisa se preocupar com a generalidade do conhecimento que obtém. Não necessita enquadrar uma descoberta sua – sobre um novo jeito de fazer um bolo, por exemplo – em um princípio geral que estabeleça que tal conhecimentoseja válido sempre que se apresentarem determinadas condições (por exemplo, o tempo de cozimento do bolo). A cozinheira também não precisa contar para ninguém como chegou a descobrir uma nova forma de fazer bolo. Não precisa nem mesmo divulgar seus resultados, ficando, se quiser, com o conhecimento só para si mesmo. ”(CARVALHO, Moreira Alex (org). Aprendendo metodologia científica. 4.ed. São Paulo:O Nome da Rosa, 2000).

A NATUREZA DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO

Já o conhecimento chamado de científico surge basicamente no século XVII, com a constituição histórica da modernidade no ocidente. A separação, tão comum hoje, entre filosofia e ciência não existia antes do advento da modernidade. Aliás, é bom ressaltar que a relação da ciência com a filosofia e com a arte nunca deixou de...
tracking img