Estudo de caso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1315 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
4

1. INTRODUÇÃO A histerectomia é uma cirurgia ginecológica que tem por objetivo a retirada do útero e pode ser total ou subtotal. É considerado histerectomia total quando se retira o corpo e o colo uterino, e subtotal, quando somente o corpo uterino é retirado. Esta cirurgia também pode ser acompanhada da retirada dos ovários e das trompas, que é o caso da histerectomia total com anexectomiabilateral ou histerectomia radical. Existem três formas para se realizar a cirurgia de histerectomia:


Histerectomia abdominal - é feita através de uma incisão no abdome, por onde se retira o útero. Histerectomia vaginal - é feita através de uma operação através da vagina, por onde se retira o útero. Vídeo-laparoscopia - é a histerectomia onde a cirurgia é realizada por pequenos orifícios de5 a 10 mm no abdome e a retirada do útero é feita pela vagina. A histerectomia é geralmente uma opção para mulheres com miomas, endometriose, doença inflamatória pélvica, mas a indicação mais frequente para a histerectomia é o mioma uterino. A literatura médica registra que de 30% a 60% das mulheres em fase reprodutiva apresentam miomas uterinos, mas o número de portadoras de miomas pode sermaior, porque muitas delas são assintomáticas. Um terço das mulheres apresenta miomas, um número relativamente grande, mas apenas 10% delas apresentam sintomas, ou seja, miomas que crescem muito ou resultam em hemorragia. Os miomas são tumores benignos do útero. Muitas vezes eles não causam sintomas e não precisam ser tratados; entretanto, sua remoção está indicada nas seguintes circunstâncias: ·Miomas que causam irregularidade menstrual. · Compressão de órgãos vizinhos (bexiga, reto). · Miomas de crescimento rápido. · Miomas que contribuem para infertilidade.





5

Os miomas são classificados de acordo com sua localização, o que por sua vez influencia os sintomas que causam e a maneira como podem ser tratados. Os miomas submucosos, localizados no interior da cavidade uterina,normalmente provocam irregularidades menstruais e cólicas. Felizmente estes miomas podem ser removidos pelo colo uterino através da histeroscopia cirúrgica, sem a necessidade de qualquer incisão. Os miomas intramurais estão localizados na parede do útero, e muitos deles não provocam sintomas até que atinjam um tamanho considerável. Estes miomas podem ser removidos através da miomectomia (retirada domioma) ou da histerectomia. Os miomas subserosos se localizam na parede externa do útero, e só requerem tratamento quando se tornam muito grandes. Este tipo de mioma é facilmente removido por laparoscopia. Apesar de ser uma formação benigna, sem risco de evoluir para um câncer, o mioma é responsável por 90% das cirurgias de retirada de útero. No SUS, a histerectomia é a segunda cirurgia maisfrequente entre as mulheres em idade reprodutiva, só perdendo para as cesáreas. Os miomas podem interferir na fertilidade da mulher, dificultando a fixação do embrião nas paredes do útero e também alterando a qualidade de vida de suas portadoras, gerando aumento desmedido do fluxo menstrual e, em alguns casos, anemia, inchaço, dores e problemas causados pela compressão de órgãos vizinhos, como prisãode ventre, vontade frequente de urinar. A incidência de miomas costuma ser maior entre alguns grupos da população. Negras, obesas, hiperestrogênicas (que produzem muito estrogênio), mulheres com predisposição genética, aquelas que tiveram primeira menstruação muito cedo e as sem filhos estão entre as mais atingidas. O presente estudo tem como objetivo relatar um caso de histerectomia abdominaltotal de uma paciente do Hospital Santa Casa de Misericórdia, em São Luís, Maranhão. 2. HISTÓRICO DE ENFERMAGEM L.F.S, 32 anos, casada, Técnica em Enfermagem, leito 34, 1º DPO, FC: 87 bpm, FR: 17k irpm, Tº: 36,5ºC, PA: 140 x 80 mmHg, Peso: 102 kg, Altura: 1,70 m.

6

3. QUEIXA PRINCIPAL Dor em baixo ventre 4. HISTÓRIA DA DOENÇA PREGRESSA Em 2003 teve HPV. A paciente ia se submeter a um...
tracking img