Estudo de caso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6714 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
LISTA DE TABELAS
Tabela 1 – Mão de Obra 14
Tabela 2 – Máquinas 16
Tabela 3 – Material 16
Tabela 4 – Meio Ambiente 20
Tabela 5 – Método 24
Tabela 6 – Métricas 28


LISTA DE ILUSTRAÇÕES
Gráfico 1 – Mão de Obra 15
Gráfico 2 – Material 19
Gráfico 3 – Meio Ambiente 23
Gráfico 4 – Método 27
Gráfico 5 – Métricas 30SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 05
2 O ESTUDO DE CASO 06
3 ESTRATIFICAÇÃO DO ESTUDO DE CASO 10
3.1 Diagrama De Ishikawa 10
4 VALORAÇÃO DOS CASOS 12
4.1 GUT 12
5 DIAGRAMA DE PARETO 13
6 DEFINIÇÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS 14
7 QUESTIONÁRIO 31
8 CONSIDERAÇÕES FINAIS 32
9 REFERÊNCIAS 33

5
1 INTRODUÇÃO
Neste trabalho apresenta-seo Estudo de Caso – Coca Cola. O case conta a introdução da “New Coke” da empresa Coca Cola após uma pesquisa de mercado, o novo produto possuía o gosto mais doce e suave do que a fórmula antiga.
A pesquisa realizada para a implantação da New Coke não levou em consideração o que realmente os consumidores sentiam em relação ao novo produto, o que gerou grandes manifestações sugerindo que a empresaCoca Cola retornasse a sua fórmula antiga.
Antes a empresa Coca Cola detinha grande parte do mercado e aos poucos foi perdendo para a Pepsi.
Após a não aceitação da New Coke, foi feito um bom trabalho de pesquisa e a empresa Coca Cola voltou para o topo da roda da fortuna e a partir daí vem sendo líder no mercado de refrigerantes durante décadas.

6
2 O ESTUDO DE CASO
Pesquisa de Mercado eSistemas
de Informação de Marketing
Em 1985, a Coca-Cola cometeu um impressionante erro de marketing. Após 99 anos de sucesso, ela deixou de lado sua antiga regra "não mexa com a Mãe Coca" e abandonou sua fórmula da coca-cola original! Em seu lugar surgiu a New Coke, com um gosto mais doce e suave. A empresa anunciou o novo sabor com uma verdadeira festa de propaganda e publicidade.
Aprincípio, em meio a fanfarra de apresentação, a New Coke vendeu bem. Mas as vendas logo caíram, a medida que um público at6nito reagia. A Coca-Cola começou a receber grandes quantidades de cartas e mais de 1.500 telefonemas diários de consumidores irados. Um grupo chamado "Old Cola Drinkers" iniciou protestos, distribuiu camisetas e ameaçou abrir um processo, a menos que a Coca-Cola trouxesse de volta afórrnula antiga. A maioria dos experts de marketing previu que a New Coke seria o "Edsel dos Anos Oitenta".
Após apenas três meses, a Coca-Cola trouxe a antiga coca de volta. Agora denominada "Coke Classic", ela era vendida lado a lado com a New Coke nas prateleiras dos supermercados.
A empresa disse que a New Coke iria continuar sendo sua marca principal, mas Os consumidores tinham urna idéiadiferente. No final de 1985, o numero das vendas da Classic batia o da New Coke nos supermercados por dois a um. Em meados de 1986, as duas maiores fontes de renda da empresa, McDonald's e Kentucky Fried Chicken, tinham voltado a servir a Coke Classic em seus restaurantes.

7
Uma reação rápida salvou a empresa de um desastre em potencial. Ela aumentou seus esforços em favor da Coke Classic ereduziu a New Coke a um papel secundário, de apoio. Em 1987, a Coke Classic era novamente a sua principal marca e o líder dentre os refrigerantes dos EUA. A New Coke tornou-se a "marca de ataque" da empresa - sua arma contra avanços da Pepsi. Os anúncios da empresa ousadamente comparavam o gosto da New Coke com o da Pepsi.
Ainda assim, a New Coke conseguiu urna parcela de apenas 2% do mercado. Em1989, a Coke Classic vendia mais do que a New Coke em uma proporção de 10 para 1. Na primavera de 1990,
a empresa mudou a embalagem da New Coke e a relançou com um novo nome: Coke II. No entanto, a maioria dos especialistas prevê' que a empresa irá simplesmente deixar a marca desaparecer de cena.
Por que a New Coke foi introduzida? O que deu errado? Muitos analistas culpam a pesquisa de mercado...
tracking img