Estudo de caso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1538 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Frezatti (2006, 114)

CASO DE ENSINO 2

" ... COISA DE DESOCUPADO" ...

Resumo O caso apresenta uma discussão interna de uma empresa de serviços sobre o seu plano estratégico, refletindo as diferenças em termos de percepções e interesses entre os vários executivos da empresa. O dilema consiste em despender o tempo necessário no planejamento de longo prazo ou dedicar menor atenção a ele e,em compensação, oferecer maior atenção ao plano anual e às ações mais voltadas para o longo prazo propriamente ditas. CASO "Planejamento estratégico é coisa de desocupado! O que realmente conta é ação. Gastar tempo discutindo o que vamos fazer daqui cinco anos é perda de tempo. Afinal de contas, temos tantas coisas para fazer hoje." Enquanto pensava, Paulo rabiscava o material enviado referente amissão, objetivos e principais estratégias da empresa. Por sua vez, o economista chefe preparava o canhão de multimídia para apresentar um dos cenários possíveis para o horizonte de longo prazo da entidade. A organização em questão, a SA, é uma empresa que desenvolve e comercializa soluções na área de tecnologia da informação, softwares para pequenas e médias empresas. Tendo sensibilidade para asoportunidades, foi expandindo as suas atividades no mercado nacional de maneira consistente e qualitativamente adequada. A concorrência existente no mercado nacional, na sua área, apresenta a seguinte distribuição:
% de participação no
mercado nacional de soluções para empresas pequenas e médias Softwarenada Resolvotudo Ligapramimbem SouomelhorMEESMO SA Outros (*) Estimativa.

Anos

(*)
-5-4 -3 -2 -1
Ano base

40 30 3 10 3 14

30 38 5 12 10 5

25 35 8 14 15 3

12 38 12 13 17 8

15 35 13 12 10 15

15 28 14 14 15 15

A reunião estava começando e o diálogo abaixo descreve o que ocorreu: Ricardo, o presidente da empresa: "Bem, estamos aqui para discutir algumas diretrizes da nossa revisão estratégica. Vocês receberam os Anexos 1, 2 e 3 que contêm o material básico para areunião. Para dar seqüência, teremos uma apresentação de estudo de cenário mais provável." Henrique, o economista chefe: "O cenário mais provável para a economia do país em termos de crescimento é otimista em médio prazo e decorre das ações e declarações do Presidente da República. Contudo, em curto prazo temos uma crise de confiança localizada em alguns segmentos do nosso negócio, pois os donosdas pequenas e médias empresas são muito sensíveis, em termos de humor; quando se fala de mudanças no mercado e eles não têm muita clareza em termos da importância de um

Frezatti (2006, 114)

software sobre o negócio. Pelas pesquisas mais recentes, teremos grandes mudanças na economia, depois das reformas esperadas, e a pressão social continuará muito forte no sentido da redução da taxa dejuros. Por sua vez, o ambiente externo deve ser pouco sensível a isso e, para atrairmos mais recursos, o país deve manter a taxa de juros num patamar ainda alto. Significa dizer que vai ser mais baixa do que aquela que hoje vivenciamos, mas ainda alta para os padrões internacionais, inibindo tanto o investimento como o crédito para o consumo de todos os tipos de produto. Para a sociedade, isso éterrível, dado que o nível de desemprego deveria atrair mais atenção e ser reduzido. Ter cerca de 15% da massa trabalhadora em situação de desemprego é muito crítico para um país como o nosso. Finalmente, em termos de taxa de câmbio, salvo em momentos de crise muito pontuais, não deverá ser o grande problema da nossa economia, oscilando próxima da inflação no horizonte de cinco anos." Sérgio, odiretor da área comercial: "Esse conjunto de pontos é muito interessante mas ... o que eu faço com isso? Podemos contar com crescimento da carteira de clientes? As migrações dos clientes que no passado optaram por produtos da clientela vão continuar? Os novos entrantes, aqueles que dispunham de soluções de tecnologia de informação vão crescer o suficiente para consumir nossos produtos? Quais minhas...
tracking img