Estudo de caso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2635 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO
O presente trabalho foi solicitado pela professora M.M. da disciplina de Dificuldades de Aprendizagem I. Realizado no âmbito acadêmico, Apresenta um estudo de caso de um aprendiz com diagnóstico de Dislexia.
As dislexias, para os neuropsicólogos, constituem casos em que as hipóteses afetivas, lógicas, cognitivas e sociais das dificuldades de aprendizagem são mais frequentementeafastadas, dando espaço à hipótese neurológica: “em um grande número de casos, a origem das dificuldades de leitura se inscreve em um dano constitucional que atinge os mecanismos cerebrais da criança” (Lussier e Flessas apud Perraudeau 2009 p. 127).
Neste estudo, descreveremos o caso, considerando as características e situações do indivíduo, da família, da escola e de todo contexto social.Procuramos investigar, compreender, descrever e caracterizar a dificuldade de aprendizagem apresentada.
Yin (2001) define “estudo de caso” com base nas características do fenômeno em estudo e com base num conjunto de características associadas ao processo de recolha de dados e às estratégias de análise dos mesmos.
Ao longo do trabalho, para além da definição de alguns conceitos, apresentaremosinformação relevante sobre a Dislexia. Para complementar o trabalho, serão apresentadas, também, algumas sugestões de intervenções pedagógicas para que a dificuldade do aprendiz venha a ser amenizada.

2 DESENVOLVIMENTO
2.1 Caracterização do caso
L. H. S, 11 anos. Segundo a mãe dele, a gravidez foi tranquila, cesariana, porém o parto foi induzido. Seu desenvolvimento motor e alimentação são normais.Controla seus esfíncteres normalmente. L. H. S vive em boas condições econômicas. Os pais são separados há cinco anos. Têm no total três irmãos, dois só por parte do pai, e um de mãe e pai. Reside com a mãe e o irmão. Apesar de ‘brigar’ muito com o irmão, o admira muito. Mãe diz que parece que o irmão faz o papel do pai dele. O pai é engenheiro, trabalha bastante, mãe relata que ele é presente, um‘bom’ pai e que tenta suprir todas as necessidades aparentes, porém diz que ele gosta mais do filhmais velho, mesmo ele negando. Sua família é muito presente nas questões de aprendizagem. A mãe é empresária, na idade escolar também apresentava dificuldades e sofria com isso. Após a separação a mãe ficou muito abatida, ficando muito apegada com o filho. L. H. S. dormia com a mãe na mesma cama. Napsicanálise prefere falar de simbiose quando há um desejo inconsciente de fusão total entre duas ou mais pessoas, impedindo assim a manifestação da identidade de cada uma, ou seja, a simbiose seria um tipo de relação que imobiliza o outro, controlando-o segundo interesses egoístas.
Está na mesma escola desde a Educação Infantil. Repetiu o 1º ano do Ensino Fundamental e atualmente frequenta o 4ºano em uma escola privada de Porto Alegre-RS. A adaptação do aprendiz à escola foi normal, porém não mostrava interesse em permanecer na sala de aula. A mãe começou a perceber que ele não reconhecia as cores, o menino foi levado em especialista onde foi constatado que ele tem problemas de visão. Após isso se percebeu que ele não conseguia aprender a ler, reconhecer as letras e consequentemente nãoconseguia escrever. A escola em que frequenta conta com o apoio de uma ‘educadora especial’ ou de apoio, que recomendou que a família procurasse investigar “mais fundo o problema dele”. Por muito tempo procurou por ajuda, e ninguém sabia dar um diagnóstico ‘certo’. Cerca de um ano atrás a família procurou um neurologista e foi diagnosticada a Dislexia como sua dificuldade de aprendizagem. Faztratamento com neurologista, psiquiátrico, psicopedagógico e faz aulas de reforço em casa, além de ter o acompanhamento diferenciado na escola. Toma medicamentos controlados. Antes do diagnóstico era muito “brabo” e ficava só em frente a televisão, agora está mais tranquilo, tem amigos (gosta de brincar com crianças mais novas que ele).
Na sala de aula ele é um menino quieto e muito comportado. É...
tracking img